Renato Kramer

'Nem Dercy Gonçalves diria tanto palavrão em 40 minutos como Beth Szafir', diz Cacá Rosset

O reality "Aprendiz Celebridades" (Record) teve dois destaques nesta quinta-feira (8): a eliminação dramática da jornalista Maria Cândida e a revelação curiosa da socialite Beth Szafir.

A equipe Next, liderada pela ex-jogadora de vôlei Ana Moser, embora tenha vencido a prova do líder com louvor, foi vergonhosamente vencida pela concorrente na prova desta quinta.

A prova consistia em vender objetos obtusos e sem valor, como pneus velhos, caixas de papelão e potes com minhocas vivas, pelo maior valor possível. A equipe Fênix conseguiu por volta de cem mil reais, enquanto a Next apenas trinta e poucos.

E a equipe vencedora ainda ganhou como bônus um farto almoço de Dia das Mães. Ao saber disso, Maria Cândida, da equipe perdedora, que já se mostrava emocionada, caiu no choro. Mal sabia ela que isso era só o começo.

Amon Lima, Michele Birkheuer, Mônica Carvalho e Pedro Nercessian ficaram visivelmente comovidos ao abraçar as suas mães. Raul Boesel recebeu com carinho a sua irmã. E Beth Szafir exclamou "Oi, gatão!" ao ver o seu filho Luciano Szafir com uma rosa na mão.


A líder Ana Moser escolheu o cantor Nahim e Maria Cândida para acompanhá-la até a sala de reunião. Ambos assessores de Roberto Justus foram unânimes em apontar a jornalista como a candidata a ser eliminada. Justus concordou. E Maria Cândida desabou.

Já deixando o programa, a jornalista declarou: "Isso tudo é um jogo de interesses. É tudo um jogo. Meu coração está partido". Maria Cândida é de opinião que Ana Moser era quem deveria ter sido eliminada, por não ter exercido bem a função de líder da equipe.

Mas o "bas-fond" da noite ficou por conta da socialite paulista. Durante a prova, na busca de solucionar a questão das vendas com os seus contatos, que ajudaram muito a equipe a vencer, Beth soltou diversos palavrões em alto e bom som —que não escaparam à observação do diretor de teatro Cacá Rosset.

"Nem a saudosa Dercy Gonçalves diria tanto palavrão em quarenta minutos como Beth Szafir!", comentou Cacá na sala de reunião. Beth sorriu e concordou: "Meus filhos me pedem sempre: mãe, cuida do que vai dizer na televisão, mas eu falo mesmo!". Rosset amenizou a questão: "Mas com que elegância Beth disse aqueles palavrões!". Ao que Beth Szafir retrucou chiquérrima: "Eu sou uma lady!".

Renato Kramer

Natural de Porto Alegre, Renato Kramer formou-se em Estudos Sociais pela PUC/RS. Começou a fazer teatro ainda no sul. Em São Paulo, formou-se como ator na Escola de Arte Dramática (USP). Escreveu, dirigiu e atuou em diversos espetáculos teatrais. Já assinou a coluna "Antena", na "Contigo!", e fez críticas teatrais para o "Jornal da Tarde" e para a rádio Eldorado AM. Na Folha, colaborou com a "Ilustrada" antes de se tornar colunista do site "F5"

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias