Renato Kramer

Jota Júnior reclama de complô de companheiras de equipe e é demitido em "Aprendiz - O Retorno"

Sala de reunião inédita em "Aprendiz - O Retorno" (Record) desta terça-feira (26): as duas equipes ganharam a prova.

A tarefa desta vez consistia em fornecer uma consultoria para duas pequenas empresas, ligadas ao ramo da hotelaria.

Melina Konstadinidis foi a líder da equipe Sinergia e estava certa da vitória. "Eles (Flecha) foram super bem, mas a minha equipe conseguiu ir além", comentaria a candidata. "Eu acho que o nosso projeto deu um baile no deles. Eu dei o meu sangue nesse projeto como se fosse meu", concluiu Mel.

Já Guilherme Séder, líder da equipe Flecha, considerou que foi o seu grupo que conseguiu muito mais do que tinha sido solicitado. "Acho que a gente teve um melhor conjunto de soluções", afirmou Séder. "O projeto deles foi mais uma consultoria de comunicação. Nós implantamos uma série de inovações", acrescentou Guilherme.

Depois de uma longa discussão nesse empate inédito na história do "Aprendiz", os assessores foram unânimes em apontar a equipe Flecha como a vencedora.

"O que fica claro aqui é que a equipe Flecha agiu mais e pensou menos e a Sinergia pensou mais e agiu menos", argumentou Walter Longo. "A proposta do Sebrae era uma consultoria, mas a prova consistia no que vocês seriam capazes de realizar", observou Longo. "O empresário é a peça chave do negócio", ajuntou Renato Santos.

E a recompensa da equipe vencedora foi uma bela feijoada na casa do ex-jogador de basquete Oscar Schmidt, com direito a pagode ao vivo e tudo.


No retorno fatídico à sala de reunião, Mel e Renata se voltaram contra Jota Júnior. O candidato estranhou a postura de ambas e comentou: "Estou sentindo um complô aqui, Roberto". E não foi feliz no seu comentário. "Esse negócio de complô já me pareceu desespero", comentou Justus. "Mesmo que ele achasse que havia um complô, não era o momento dele dizer isso --foi patético", concordaria Walter Longo.

"Eu estou incomodado com o teu excesso de estratégia nesse jogo", afirmou Roberto Justus ao demitir Jota Júnior. Em depoimento posterior, o apresentador afirmou que o perfil do candidato era um dos mais completos e que ele era sem dúvida um favorito para ganhar o programa.

Já deixando o reality, Jota Júnior declarou: "O Roberto falou que eu sou um profissional completo e eu só tenho a agradecer em relação ao comentário dele."

Renato Kramer

Natural de Porto Alegre, Renato Kramer formou-se em Estudos Sociais pela PUC/RS. Começou a fazer teatro ainda no sul. Em São Paulo, formou-se como ator na Escola de Arte Dramática (USP). Escreveu, dirigiu e atuou em diversos espetáculos teatrais. Já assinou a coluna "Antena", na "Contigo!", e fez críticas teatrais para o "Jornal da Tarde" e para a rádio Eldorado AM. Na Folha, colaborou com a "Ilustrada" antes de se tornar colunista do site "F5"

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem