Renato Kramer

Após cinco derrotas, equipe Flecha ganha prova em "Aprendiz - O Retorno"

Nem os próprios candidatos da equipe Flecha acreditaram quando ouviram do apresentador Roberto Justus que eles eram os vencedores da sexta prova de "Aprendiz, o Retorno", na noite desta terça-feira (5).

Alguns foram às lágrimas, ao que Jota Júnior, da equipe Sinergia, declarou: "Estranhei a reação de alguns colegas da outra equipe. Eu vim para o programa preparado para ganhar ou perder".

Extremamente aliviados por vencer a prova desta semana, a equipe Flecha ganhou um encontro com o ex-jogador Raí e um almoço especial nas dependências do São Paulo Futebol Clube.

Mariana Marinho, escolhida pela sua líder como quem melhor realizou a sua tarefa, ganhou um belíssimo relógio no valor de R$ 3 mil. A candidata, que já havia declarado um grande cansaço por perder sempre, exultou.

Para a equipe Sinergia o clima pesou. Na sala de reunião, os candidatos sempre começam a desvendar os defeitos dos colegas: ou por justiça ou por pura questão de sobrevivência no jogo. Foi o que alegou Carlos Nakao, líder da equipe nesta última prova.


As equipes tinham que promover um evento em que haveria uma espécie de lançamento de um produto de um dos patrocinadores do programa. Justus chamou a atenção para um erro básico cometido pela equipe perdedora.

Bem na porta do espaço utilizado pela equipe Sinergia, via-se um caminhão com um grande gerador de energia para alimentar a iluminação da festa. O visual de chegada do evento ficou todo comprometido. Já no da outra equipe, a estética limpa e agradável valorizava não só o lugar como o próprio produto a ser divulgado.

Nakao assumiu tranquilamente as falhas de sua liderança. Não fez grandes acusações, e ao ser demitido, pediu humildemente para dar um abraço em Justus e nos seus conselheiros, que foram unânimes em sugerir o seu nome para a demissão da noite. Nakao se emocionou discretamente.

"Eu aprendi muito aqui. Saio de cabeça erguida", afirmou Nakao já deixando o reality. "Eu estou com o coração partido pelo ser humano que ele é", afirmou Roberto Justus assim que a porta se fechou atrás do candidato eliminado.

Renato Kramer

Natural de Porto Alegre, Renato Kramer formou-se em Estudos Sociais pela PUC/RS. Começou a fazer teatro ainda no sul. Em São Paulo, formou-se como ator na Escola de Arte Dramática (USP). Escreveu, dirigiu e atuou em diversos espetáculos teatrais. Já assinou a coluna "Antena", na "Contigo!", e fez críticas teatrais para o "Jornal da Tarde" e para a rádio Eldorado AM. Na Folha, colaborou com a "Ilustrada" antes de se tornar colunista do site "F5"

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem