Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui para continuar.

Zapping - Cristina Padiglione

Emicida faz Lázaro Ramos chorar no Altas Horas

Músico homenageia diretor do filme 'Medida Provisória', que aborda o racismo

Lázaro Ramos
Lázaro Ramos se emociona com homenagem de Emicida sobre 'Medida provisória' no Altas Horas - Reprodução Globo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Estreante como ator no filme "Medida Provisória", primeiro trabalho de Lázaro Ramos como diretor de cinema, Emicida participou com ele da edição deste sábado (9) do Altas Horas. Protagonista do filme, Alfred Enoch também esteve no palco. E logo no início do programa, Taís Araújo, protagonista do longa, deu seu depoimento sobre o trabalho por meio do telão.

Para a atriz, a ideia do enredo, em que uma medida provisória define a deportação dos negros e descendentes para o continente africano, um argumento de peça teatral homônima encenada em 2011, nem parece se localizar atualmente em um futuro tão distópico. "Eu acho que nós estamos muito próximos dessa realidade", disse ela, que é casada com Lázaro há quase 18 anos.

O elenco conta ainda com Seu Jorge, Adriana Esteves, Renata Sorrah, Pablo Sanábio e Mariana Xavier.

Já ao final do Altas Horas, no momento de se despedir, Emicida agradeceu a Serginho pela oportunidade, atualmente muito rara, de expor música e cultura na TV, com a chance de testemunhar os grandes encontros que o programa promove. "Tem muitos mundos que se encontram aqui", constatou o rapper.

Em seguida, Emicida fez um comovido agradecimento a Lázaro: "Eu queria fazer um agradecimento especial ao Lázaro porque foi minha primeira vez como ator, e eu já cheguei numa seleção. Então, eu podia até ter mandado mal, porque ninguém ia perceber, do tanto de estrela que tinha ao meu redor. Mas a forma como vocês me acolheram no set, como vocês foram gentis, generosos..."

"Você podia simplesmente conduzir a sua carreira e o seu sucesso individual como um ator que é convidado pra milhares de trabalhos e deixar que o mundo se resolva por si só", continuou Emicida. "Você se provoca pra ser parte dessa melhoria do mundo. O que você tá fazendo com 'Medida Provisória', eu queria falar dessa dimensão sua, que é uma coisa que me inspira muito: a forma como você conduz a sua carreira, desde quando a gente se conheceu... A primeira vez foi no Espelho [programa do Canal Brasil], certo? De ver você, de ver o time, de ver o seu interesse legítimo. Ali, eu já tinha a percepção de que se você quisesse, você podia ser só o ator Lázaro Ramos e isso já era suficientemente grande, mas não. De uma maneira maravilhosa e super generosa, você faz questão de colocar os olhos do mundo nos lugares onde os olhos do mundo precisam estar."

Emicida homenageia Lázaro Ramos no Altas Horas
Emicida homenageia Lázaro Ramos no Altas Horas, pelo filme 'Medida Provisória' - Reprodução

E finalizou: "Então, é uma honra estar nesse projeto com você. Minha alegria, de verdade, não cabe no peito de fazer parte desse time, desse passo para o cinema brasileiro. Torço muito, quero muito que as pessoas vão assistir a esse filme, quero muito que o Brasil fale desse filme, mas, acima de qualquer outra coisa, eu quero que o Brasil se inspire na pessoa que você é, porque você é foda, mano."

Enquanto Lázaro enxugava lágrimas, Grazi Massafera, também presente no programa, ficou com olhos marejados, e todos se levantaram, inclusive a plateia, para aplaudir o ator e diretor.

Após longo impasse para a estreia, o filme finalmente entrará em cartaz na quinta-feira (14 de abril), em várias salas de cinema de todo o país.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem