Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Zapping - Cristina Padiglione

Globo confirma fim do contrato de Galvão após Copa do Qatar

Locutor já havia anunciado no Twitter que narraria último jogo

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Após Galvão Bueno anunciar pelo Twitter sua despedida do Maracanã como narrador da Globo, no final da manhã desta quinta-feira (24), a emissora preparou um comunicado para anunciar que o contrato do narrador com a casa será encerrado após a Copa do Qatar, no fim deste ano.

"A história do Galvão Bueno se mistura à própria história do esporte brasileiro. Nenhum outro narrador esteve tão presente nas principais conquistas do esporte brasileiro quanto Galvão Bueno nos últimos 41 anos", informa a nota.

"Jogo de despedidas", disse Galvão no Twitter. "Último jogo da Seleção no Brasil antes da Copa! Último jogo de Tite no Brasil como técnico da Seleção! Meu último jogo da Seleção no Maracanã em televisão!"

O comentário elevou o nome do narrador aos assuntos mais comentados da rede. Mas como ele já havia feito suspense em torno de sua aposentadoria ao final dos dois últimos mundiais de futebol e chegou a afirmar que não narraria a Copa no Qatar, houve quem duvidasse. A nota da Globo pavimenta a despedida.

"É um privilégio para a Globo contar com o talento, o carisma e a dedicação desse gigante do jornalismo esportivo brasileiro por mais de 40 anos. Um legado que fica para o jornalismo esportivo. A emoção no lugar mais alto do pódio", continua o texto de despedida da emissora.

Galvão é um dos últimos salários milionários da Globo, mas a última renovação de seu contrato, após a Copa da Rússia, já foi feita em bases mais modestas para os cofres da emissora. Para compensar um aumento de salário menor, a Globo abriu aos seus locutores e comentaristas a possibilidade de eles fazerem publicidade durante a transmissão dos eventos, o que era vetado até então.

A emissora lembra que será um ano "intenso, de muitos desafios, realizações e, certamente, de muita emoção. "Galvão é um gênio da comunicação, que reinventou a função de um narrador nas transmissões esportivas. Haverá pra sempre na história da TV brasileira o antes e o depois de Galvão. Juntos, estamos preparando uma despedida à altura da história dele na Copa do Catar. Será inesquecível para o Galvão e para o público", afirma Renato Ribeiro, Diretor do Esporte da Globo.

"Eu me realizei como profissional nesses 41 anos na Globo", endossou Galvão. "Foram emoções fortíssimas. Estarei com a seleção brasileira e com o futebol até o dia 18 de dezembro. Depois, vira-se uma página e o livro continua. Pretendo mergulhar de cabeça no mundo digital, estamos falando sobre possibilidades em outras plataformas. A Globo é minha casa."

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem