Zapping - Cristina Padiglione

'Poluição visual' do BBB 22 'já dá vontade de discutir', diz Mion

Apresentador comentou efeito perturbador da decoração da casa do reality

Marcos Mion - Victor Pollak/Globo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Ex-apresentador da "Fazenda", e portanto com boa experiência nesse negócio de reality show de confinamento, Marcos Mion comentou no Stories de seu Instagram o quanto a decoração da casa do BBB 22 é promissora para causar discussão.

"É tanta informação, tanta cor, tanta poluição visual, que eu já quero ter uma DR daqui, só de ver as fotos eu já quero discutir", admitiu.

As cores da sala onde os brothers se reúnem para conversar com o apresentador abusam de variedade e grafismos, sem qualquer coerência ou lógica, tudo de fato é uma grande poluição visual, capaz de causar confusão mental a qualquer pessoa que tenha de viver sob aquele teto por mais de três dias.

A profusão de luzes e cores se estende ao confessionário, que homenageia games antigos.

Primeiro nome cotado por internautas e jornalistas (incluindo esta que vos fala) para suceder Tiago Leifert no comando do BBB, Mion elogiou a competência de Tadeu Schmidt, o novo titular do reality show mais visto do Brasil, em gerar conteúdo e conversa nas redes sociais para aquecer a estreia desta 22ªtemporada.

"Tadeuzola fez um tour mostrando cada detalhes da casa, você sente o que os brothers sentem", disse Mion. "Parabéns, Tadeuzola, tá gerando conteúdo, hein?", completou o titular do Caldeirão, certamente hoje o profissional mais bem-sucedido da Globo na arte de provocar engajamento em redes sociais.

Ex-apresentador do BBB, Tiago Leifert também publicou comentários sobre a nova temporada, celebrando o programa e desejando sorte aos ex-colegas de trabalho. Para ele, o ideal é eliminar "as plantas" primeiro, ou seja, os participantes que são nulos no andamento do jogo, por falta de posicionamento e atitude.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem