Zapping - Cristina Padiglione

SBT ganha audiência com a Copa América; competição tem seu pior placar na TV

Emissora cresce 60% em São Paulo, mas Globo mantém liderança, sem prejuízo

Jair Bolsonaro na Copa América
Jair Bolsonaro assiste à Copa América, apontando logotipo do SBT - @jairbolsonaro no Twitter
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

O presidente Jair Bolsonaro bem que se empenhou na campanha pelo SBT, ao publicar nas redes sociais que estava acompanhando o jogo de abertura da Copa América pela rede de seu aliado, Silvio Santos, sogro de seu ministro das Comunicações, Fábio Faria (PSD-RN).

Mas a Globo não perdeu a liderança nem fatia de audiência frente à transmissão do evento pela concorrência.

Pelos números preliminares da Kantar Ibope, a competição fez bem ao SBT, mas não à plateia do torneio pela TV. A estreia deste domingo (13), com vitória do Brasil sobre a Venezuela, foi o jogo menos visto da história do evento.

O placar dos números aferidos em tempo real foi de 13,6 pontos de média com pico de 15,8, o que representou um acréscimo de quase 60% ao SBT. No domingo anterior, a emissora somou 8,8 pontos no mesmo horário com parte do Programa da Eliana e o Roda Roda.

O resultado do SBT com o primeiro jogo da Copa América equivale a 2,7 milhões de pessoas. Até então, o recorde negativo da competição era de uma partida de 2016 contra o Equador, assistida por 3,9 milhões de telespectadores, como destacou o site TV Pop, especializado na divulgação de dados de audiência.

A abertura da última edição do evento, em 2019, em jogo contra a Bolívia, rendeu 34 pontos de média para a Globo na Grande São Paulo, com 52% de sintonia entre os televisores ligados. Já a abertura do evento pelo SBT foi vista por 22% dos aparelhos ligados no horário. Há dois anos, a Globo teve mais que o dobro do que o SBT reuniu agora.

Já durante a transmissão de Brasil e Venezuela, a Globo registrou em São Paulo audiência prévia de 16,4 pontos, exibindo, quase durante toda a partida, um Domingão do Faustão em edição excepcional. Tiago Leifert substituiu o apresentador titular (que se recupera de uma infecção urinária).

O SBT bateu a Globo em pelo menos duas praças: Manaus e Recife, com 18,3 pontos x 16,5 da Globo na capital pernambucana (onde cada ponto equivale a 37.569 indivíduos) e 14,7 pontos x 12,6 pontos na capital amazonense (onde cada ponto corresponde a 19.744 pessoas).

Na Grande São Paulo, 1 ponto de audiência projeta 205.377 telespectadores. Por ter o maior número de consumidores, é a região que concentra o maior mercado publicitário do país, rendendo às emissoras o maior faturamento dos comerciais ali veiculados.

Os dados preliminares aqui noticiados sobre a concorrência deste domingo correspondem aos índices aferidos em tempo real por meio da mostra de residências que transmitem informações à central da Kantar Ibope pelo aparelho people meter. Ao final do dia, outras métricas são computadas e acrescentadas ao cálculo para a obtenção dos dados consolidados, que podem oscilar em 1 ou 2 pontos em relação aos dados prévios mensurados em tempo real.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem