Zapping - Cristina Padiglione

Título do Flamengo na Libertadores rende documentário ao Globoplay

Empresa cria mais um produto para abastecer seu faturamento na prateleira do futebol

Multidão acompanha desfile de jogadores, comissão técnica e dirigentes do Flamengo na avenida Getúlio Vargas, centro do Rio
Multidão acompanha desfile de jogadores, comissão técnica e dirigentes do Flamengo na avenida Getúlio Vargas, centro do Rio - Tercio Teixeira-24.nov.2019/Folhapress

A vitória do Flamengo na Libertadores contra os argentinos do River Plate vai render à Globo mais do que o espetacular crescimento de 181% de audiência alcançado no horário do jogo. Com acesso a campo, vestiários e treinos, a emissora pela primeira vez aproveita o grande volume de material produzido ao longo da temporada em um documentário inédito.

Em cinco episódios, “Até o Fim” traz entrevistas e imagens inéditas, com cenas de bastidores, em uma produção para o Globoplay, plataforma sob demanda visualizada por sinal de internet. O conteúdo completo da série só estará disponível para assinantes.

O título estreia nesta sexta-feira (29) e ainda vem merecendo os últimos retoques de finalização, com registros que vão da preparação do time até a taça erguida, incluindo viagens e relato de ídolos e torcedores.

Em tempo: Em São Paulo, a audiência consolidada ficou em 33 pontos, patamar que bateu a final das Copas de 2010 e 2014 na região.


E A AUDIÊNCIA

Pegou mal uma imagem de Rodrigo Faro perguntando “como tá audiência?” enquanto uma tela dividida com sua imagem mostrava as homenagens do seu programa a Gugu Liberato, na Record. O apresentador também foi criticado por exibir mais imagens em que ele era entrevistado por Gugu, e não o contrário. 

O programa de Faro teve 10,1 pontos de audiência (acima do normal em 25%). No SBT, Celso Portiolli obteve seu recorde à frente do Domingo Legal, programa herdado de Gugu, com 11,3 pontos em quatro horas de reprises e muito choro.


T.O.C

Aí está a primeira foto de Bruno Ferrari como Rafael em “Salve-se Quem Puder”, próxima novela das sete da Globo, de Daniel Ortiz. Apaixonado por Kyra (Vitória Strada), ele está prestes a se casar quando ela é dada como morta, o que desencadeará nele mania por organização excessiva e limpeza.  


INSHALÁ

O Viva já começou a anunciar para 9 de dezembro a estreia de “O Clone”, novela de 2001, de Glória Perez. Esta será a primeira reprise de Jade, Said e companhia na TV paga, comemorando os dez anos do canal, a se completarem em 2020. Outras ações comemorativas serão agendadas ao longo do ano

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 48, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem