Zapping - Cristina Padiglione

Afastado da Record, Paulo Henrique Amorim mantém oposição a Jair Bolsonaro

Apresentador resiste em aderir à posição do dono da casa, Edir Macedo, que apoia o governo

O apresentador Paulo Henrique Amorim antes da leitura dramática do livro 'Nelson Rodrigues Por Ele Mesmo', em São Paulo - Greg Salibian - 19.agi.2017Folhapress

Há 16 anos na Record, Paulo Henrique Amorim pela primeira vez ficará fora do ar. O jornalista foi afastado do Domingo Espetacular, programa que apresentava havia 13 anos.

A partir do próximo fim de semana, Patrícia Costa e Eduardo Ribeiro assumem o Domingo Espetacular, que poderá ainda ganhar a adesão de Mariana Weickert.

Em nota, a Record informou que Paulo Henrique ficará “a disposição de novos projetos”. Nos bastidores, o afastamento é atribuído a pressão política. Defensor do ex-presidente Lula, Amorim não aderiu à posição do dono da Record, Edir Maceddo, simpatizante declarado de Jair Bolsonaro.

Embora o apresentador se mostrasse muito neutro no programa da Record, onde o script lhe chega pronto, sua posição contra o governo Bolsonaro e a favor da libertação do ex-presidente Lula é notoriamente conhecida por meio de seu blog, o Conversa Afiada, que arrasta milhões de seguidores.

SUPERLANÇAMENTO

Depois de Londres, a Globo foi a Nova York para apresentar a série “Aruanas”, que aborda crimes ambientais na Amazônia. O título chegará a 150 países pela plataforma da Vimeo e estreia dia 2 no Globoplay. No elenco, estão Leandra Leal, Débora Falabella, Taís Araújo e Camila Pitanga. 

Da esq. para a dir.: Debora Fallabela, Thainá Duarte, Leandra Leal, Tais Araujo
Da esq. para a dir.: Debora Fallabela, Thainá Duarte, Leandra Leal, Tais Araujo - Divulgação

NOVO BRAÇO

A Cultura está promovendo uma maratona de programas antigos em um novo canal no YouTube, o “Eu Vi Na Cultura”. Trata-se de uma espécie de canal Viva da marca, com repertório de nostalgia e mais uma possibilidade de faturamento, sem as regras comerciais que engessam a TV pública.

CRIADOR E CRIATURA

Bruno Mazzeo foi visitar o set de sua série, “Filhos da Pátria”, e fez pose com Fernanda Torres, sua protagonista, agora transportada para os anos 30 da Era Vargas. O enredo brinca com os cacoetes do jeitinho brasileiro e traz de novo Alexandre Nero, Johnny Massaro e Matheus Nachtergaele.  

Bruno Mazzeo e Fernanda Torres: Filhos da Pátria
Bruno Mazzeo, autor da série Filhos da Pátria, visita Fernanda Torres no set - @eumazzeo no Instagram

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 48, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias