Biblioteca da Vivi

Confira dicas de livros de Zibia Gasparetto, autora de 58 obras espíritas que deu adeus recentemente

Morta aos 92 anos, escritora vendeu mais de 18 mi de livros

Escritora Zibia Gasparetto
Escritora Zibia Gasparetto aos 89 anos, quando reescrevia seus livros mais populares (ela vendeu mais de 18 milhões de cópias) - Karime Xavier/Folhapress

A literatura espírita foi um dos gêneros que abriu as portas para meu gosto pela leitura. Lá pelos nove ou dez anos, cansada de só ler infantojuvenis e policiais que me eram destinados (muito obrigada a eles), comecei a avançar sobre os livros maternos.

Minha mãe e meu pai vêm de famílias espíritas, e na cabeceira de mamãe haviam muitos exemplares psicografados por Zibia Gasparetto (1916-2018), que morreu no último dia 10 e deixou dezenas de romances —ela se dedicou ao espiritismo por 68 anos.

Um dos primeiros que li considero uma porta de entrada na doutrina: “O Matuto” (R$ 44,50, Vida e Consciência), de 1984, que ganhou recentemente nova edição. Também gostei muito de “Espinhos do Tempo” (R$ 39,50) e de “Ninguém É de Ninguém” (R$ 20,90), os quais recomendo (a Saraiva costuma fazer promoções)

A ligação de Zibia com o espiritismo começou aos 22 anos de idade. Seu primeiro livro foi "O Amor Venceu" (R$ 25), ditado pelo espírito Lucius e lançado em 1958. 

Alguns de seus livros estão em promoção no site da editora Vida e Consciência, como o "Em Busca de Respostas" por R$ 14,45, além de "Grandes Frases - Zibia Gasparetto", por R$ 24,95. 

Um feliz recomeço a todos nós.

Biblioteca da Vivi

Vivian Masutti, 33, é jornalista formada pela Cásper Líbero e bacharel em letras (português e francês) pela USP (Universidade de São Paulo), onde também cursou a Faculdade de Educação e obteve licenciatura plena em língua portuguesa. No Agora, é editora do caderno Show!

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias