Aventura na cozinha

Aprenda a fazer bruschetta clássica e de cogumelo com queijo gratinado para fim do ano

Saborosas, elas são simples de preparar e ficam bonitas em uma mesa de entradas

Bruschetta clássica

Bruschetta clássica Juliana Ventura/Folhapress

Olá, cozinheiros! Bem-vindos a mais uma aventura na cozinha!

Um prato que serve de entrada e pode muito bem fazer as vezes de prato principal –a depender da fome do comensal. É assim a bruschetta, torrada italiana que na maioria das vezes aparece acompanhada de tomates. A aparente simplicidade dessa iguaria, porém, esconde uma tradição milenar e alguns truques.

De acordo com uma das papisas da cozinha italiana, Marcella Hazan, em "Fundamentos da Cozinha Italiana Clássica" (Ed. Martins Fontes), o nome "bruschetta" vem do verbo em latin "bruscare", que significa tostar. Segundo ela ainda, o ingrediente mais importante do quitute, para além do pão, é o azeite. Sim, você leu corretamente. Não é o tomate, não é o presunto cru, definitivamente não é um monte de queijo.

A verdade é que a receita evoluiu e ganhou a companhia de uma série de recheios, que podem, sim, ficar muito saborosos. Mas a receita original, da Roma Antiga, e que se espalhou pela Itália central levava apenas pão, azeite e eventualmente alho e tomates.

Dito isso, é importante ressaltar a importância do pão usado. Prefira o tipo italiano ou um bom pão artesanal de fermentação natural. Infelizmente, pão francês (que é sensacional) não é indicado para esse prato. Receitas clássicas usam uma quantidade bem avantajada de alho cru. O alimento, no entanto, pode ser um pouco indigesto. Minha sugestão é usar o ingrediente para aromatizar as torradas, raspando algumas vezes sobre a superfície torrada.

A partir do pão torrado e do alho e um bom azeite para finalizar, o céu pode ser o limite. A tradicional bruschetta de tomate não é gratinada. Leva apenas tomates temperados sobre o pão. Manjericão e orégano frescos assim como lascas de queijo podem acompanhar, mas não são imprescindíveis. Para quem busca algo mais substancioso, sugiro um recheio de cogumelos bastante saboroso que subverte as ordens de Marcella e manda a bruschetta para o forno para gratinar o queijo. Pode não ser clássico, mas é evidentemente delicioso.

Fique em casa se possível e vamos para a cozinha? Até a próxima!


BRUSCHETTA

Dificuldade: Fácil
Rendimento: 2 pessoas

Ingredientes

Para a de tomate
2 fatias de pão italiano
½ dente de alho
2 colheres (sopa) de azeite de oliva
1 tomate grande picado
Lascas de queijo parmesão
Folhas de manjericão
Sal e pimenta-do-reino a gosto

Mode de fazer

  1. Toste as fatias de pão até ficarem douradas.

  2. Passe o alho na superfície da torrada, enquanto ainda está quente. Uma ou duas vezes é suficiente.

  3. Tire as sementes e pique o tomate finamente.

  4. Tempere com azeite, sal e pimenta.

  5. Monte a bruschetta com tomates, folhas de manjericão e lascas de parmesão. Se quiser, coloque mais azeite.

Para a de cogumelos
2 fatias de pão italiano
½ dente de alho
2 colheres (sopa) de azeite de oliva
100 g de cogumelos paris
½ talo de alho-poró
Folhas de 2 galhos pequenos de tomilho
¼ xícara de vinho branco seco
1 colher (sobremesa) de amido de milho diluído em 3 colheres (sopa) de água
2 colheres (sopa) de salsinha picada
1 xícara (chá) de queijo tipo gruyere, emmental ou gouda ralado
Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de fazer

  1. Toste as fatias de pão até ficarem douradas.

  2. Passe o alho na superfície da torrada, enquanto ainda está quente. Uma ou duas vezes é suficiente.

  3. Em uma frigideira, doure o alho-poró e os cogumelos bem picados no azeite, com as folhas de tomilho por cerca de cinco minutos, até que murchem.

  4. Acrescente o vinho branco e cozinhe em fogo baixo mais dez minutos.

  5. Acerte o sal e a pimenta.

  6. Adicione a maisena e cozinhe, mexendo bem, mais dois minutos.

  7. Acrescente a salsinha e mexa bem.

  8. Disponha o recheio sobre as torradas e coloque o queijo por cima.

  9. Leve ao forno para gratinar até que doure.

(A)ventura na cozinha

Juliana Ventura, 36, é jornalista formada pela PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), pós-graduada em gastronomia pela Universidade Anhembi Morumbi e professora de culinária para crianças.
email: aventuranacozinha@grupofolha.com.br
Instagram: @venturanacozinha

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem