Aventura na cozinha

Veja os truques para preparar a batata rosti, receita típica suíça feita na frigideira

Prato com tubérculo ralado era tradicionalmente servido no café da manhã

Batata rosti

Batata rosti Juliana Ventura/Folhapress

Olá, cozinheiros! Bem-vindos a mais uma aventura na cozinha!

A batata é tão conhecida por seu protagonismo gastronômico em receitas de países europeus que muitos não sabem ou esquecem que o tubérculo, na verdade, tem origem nas Américas. Foram os espanhóis, no século 16, durante a colonização do continente americano, que levaram as batatas daqui para além do oceano Atlântico.

Aos poucos, o alimento, que era fácil de cultivar, popularizou-se em todo a Europa. Duzentos anos depois que as primeiras mudas foram transportadas, a batata já tinha se tornado base da nutrição local e, claro, originou uma série de receitas saborosas.

É o caso da batata rosti, um prato feito a partir de batatas raladas que foi criado, segundo consta, por fazendeiros da parte alemã da Suíça (onde se falava prioritariamente alemão), como uma iguaria de café da manhã. Por aqui, não costumamos começar o dia com batatas, mas a rosti é ótima para as refeições principais (ao lado de salsichas, como na foto que ilustra essa coluna, fica ótimo).

As receitas de batata rosti diferem. Algumas indicam o uso de manteiga para a fritura dos tubérculos, outras falam em óleos vegetais. Use o que prefere. Na preparação de hoje, misturei batatas comuns e batatas-doces, mas é possível usar apenas um tipo –inclusive a receita original é feita com batatas brancas apenas. Outras duas adições podem ser interessantes para complementar o sabor da rosti, mas não são imprescindíveis. Se quiser, coloque cebolas raladas e refogadas junto às batatas ou bacon fritinho e bem picado. Fica muito saboroso.

Para que a rosti não se desfaça na panela, gosto de completar a receita com um pouco de farinha de trigo. Ela é praticamente opcional, no sentido de que se alguém com intolerância à glúten quiser a fazer a receita sem, não há problema nenhum.

Então, vamos para a cozinha? Até a próxima!


BATATA ROSTI

Dificuldade: Médio
Rendimento: 14 unidades pequenas ou duas grandes

Ingredientes
3 batatas médias
2 batatas-doces médias
1 colher (sopa) de farinha de trigo
3 colheres (sopa) de azeite de oliva
Sal e pimenta-do-reino a gosto

MODO DE FAZER

  1. Descasque as batatas e rale no ralo grosso.

  2. Tempere com sal e espere cinco minutos.

  3. Esprema em uma peneira ou pano para tirar o excesso de água.

  4. Adicione a farinha e tempere com a pimenta. Misture bem.

  5. Aqueça uma frigideira com parte do azeite. Quando estiver bem quente coloque a batata, aos poucos ou metade. Amasse na panela, para que ganhe forma de panqueca.

  6. Abaixe o fogo e espere dourar bem, por cerca de dez minutos a grande e quatro minutos a pequena. Então, vire e repita o processo.

  7. O fogo deve ser baixo para que a batata não queime antes de cozinhar, mas convém experimentar se o tubérculo está bem cozido antes de servir.

(A)ventura na cozinha

Juliana Ventura, 36, é jornalista formada pela PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), pós-graduada em gastronomia pela Universidade Anhembi Morumbi e professora de culinária para crianças.
email: aventuranacozinha@grupofolha.com.br
Instagram: @venturanacozinha

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem