Aventura na cozinha

Aprenda a preparar bolinho de chuva em versões recheadas e salgadas

Bolinho frito é a alegria dos lanches da tarde

Bolinho de chuva

Bolinho de chuva Juliana Ventura/Folhapress

Olá, cozinheiros! Bem-vindos a mais uma aventura na cozinha!

Aquele prato bem cheio de bolinhos fritos, quentinhos e açucarados, espalhando aroma de canela pela cozinha em uma tarde fria de inverno é uma das lembranças mais caras da minha infância. Arrisco dizer que não só da minha.

Bolinho de chuva é um clássico do lanche vespertino, com suco ou chá para as crianças e com café (com ou sem leite) para os mais crescidos, é daquelas receitas de coração, que cada um faz do seu jeitinho, como a avó, a tia ou a vizinha ensinaram –e claro, não há nada de errado nisso.

Mas há algumas dicas preciosas e mitos a serem quebrados. O primeiro é que não precisa ser um dia de chuva para comer o saboroso bolinho, mas suponho que isso todos já soubessem. O segundo é que, apesar de a versão tradicional (que se acredita ter vindo, como tanto da confeitaria nacional, dos adocicados receituários portugueses) ser simples, apenas coberta com açúcar e canela, o bolinho de chuva pode ser também recheado: banana, maçã, goiabada e doce de leite de corte são algumas opções que ficam muito gostosas.

Para a coluna de hoje, inclusive, cometi a subversão de não só rechear os bolinhos como também transformar a base da massa que minha mãe fazia em um quitute salgado, para um lanche completo.

Para ficar perfeito, é preciso prestar atenção em dois pontos principais da receita. A massa não pode ser muito líquida, mas também não deve ser muito pesada, sob risco de comprometer a deliciosa textura fofíssima. Preste atenção às quantidades e, se precisar acertar algo, faça aos poucos. Além disso, o óleo para a fritura precisa ser quente, mas não tanto, sob pena de ter como resultado bolinhos dourados por fora e crus por dentro.

Como tudo na culinária, a prática faz a perfeição. E testar bolinhos de chuva não é uma tarefa das piores, convenhamos. Então, (fique em casa se possível e) vamos para a cozinha? Até a próxima!


BOLINHO DE CHUVA

Dificuldade: Médio
Rendimento: 20 unidades

Ingredientes para o bolinho doce
2 ovos
1 ½ xícara (chá) de farinha de trigo
3/4 xícara (chá) de leite
1 colher (chá) de essência de baunilha
2 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (sopa) de fermento químico
Óleo para fritar
2 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (chá) de canela em pó

Modo de fazer

  1. Em uma tigela, misture os ovos, o leite, o açúcar, a baunilha e bata bem.

  2. Acrescente a farinha até formar uma mistura semelhante à de um bolo. Deve ser cremosa e bem espessa.

  3. Adicione o fermento e misture.

  4. Se quiser rechear, coloque cubos de banana, maçã, goiabada ou doce de leite de corte na tigela.

  5. Com uma colher de chá, pegue a massa. Se estiver com recheio, cubra levemente o cubo com a massa.

  6. Coloque as colheradas no óleo quente, até cinco por vez. Na hora de colocar na panela, não despeje a massa de cima, procure encostar levemente a colher no óleo, isso fará com que o bolinho fique mais redondo. Se achar que a massa está se espalhando pelo óleo, coloque um pouco mais de farinha.

  7. Cuidado com a temperatura do óleo, se os bolinhos estiverem ficando muito escuros, abaixe o fogo.

  8. Passe no açúcar com canela para servir.

Ingredientes para o bolinho salgado
2 ovos
1 ½ xícara (chá) de farinha de trigo
3/4 xícara (chá) de leite
1 colher (café) de sal
1 colher (chá) de orégano seco
1 colher (sopa) de fermento químico

Modo de fazer

  1. Em uma tigela, misture os ovos, o leite, o sal e o orégano e bata bem.

  2. Acrescente a farinha até formar uma mistura semelhante à de um bolo. Deve ser cremosa e bem espessa.

  3. Adicione o fermento e misture.

  4. Se quiser rechear, coloque cubos pequenos de queijo, como muçarela, em temperatura ambiente.

  5. Com uma colher de chá, pegue a massa. Se estiver com recheio, cubra levemente o cubo com a massa.

  6. Coloque as colheradas no óleo quente, até cinco por vez. Na hora de colocar na panela, não despeje a massa de cima, procure encostar levemente a colher no óleo, isso fará com que o bolinho fique mais redondo. Se achar que a massa está se espalhando pelo óleo, coloque um pouco mais de farinha.

  7. Cuidado com a temperatura do óleo, se os bolinhos estiverem ficando muito escuros, abaixe o fogo.

(A)ventura na cozinha

Juliana Ventura, 36, é jornalista formada pela PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), pós-graduada em gastronomia pela Universidade Anhembi Morumbi e professora de culinária para crianças.
email: aventuranacozinha@grupofolha.com.br
Instagram: @venturanacozinha

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem