Aventura na cozinha

Frango com recheio inspirado no pesto pode ser prato principal aromático, diferente e saboroso

Salsinha, rúcula e agrião podem entrar no lugar do manjericão

Frango com recheio inspirado no molho pesto e molho de tomate

Frango com recheio inspirado no molho pesto e molho de tomate Juliana Ventura/Folhapress

Olá, cozinheiros! Bem-vindos a mais uma aventura na cozinha! Declaro-me culpada da heresia de transformar o clássico molho pesto em um recheio que vai ao fogo na receita de hoje. Mas garanto que o crime compensa.

Para quem está perdido com o meu atestado de transgressão, explico. Na cozinha clássica italiana, o pesto é um molho fresco, cru, com ingredientes e proporções que não deveriam ser modificados. Mas qual é a graça na cozinha se não corrermos alguns riscos, não é mesmo?

Dito isso, deixo claro que a preparação que mostro hoje é, dessa forma, inspirada no pesto. A ideia partiu da vontade de transformar o franguinho de todo dia em algo mais elaborado. E o resultado não decepcionou. A carne de frango combina muito bem com o sabor do manjericão, e o molho de tomate coroa a combinação.

Originalmente, o pesto leva manjericão, alho, nozes, azeite e queijo parmesão. Não mudei a erva e a castanha, mas é algo muito possível de ser feito (e também, talvez, passível de punição no tribunal da cozinha clássica italiana).

Salsinha, rúcula e agrião podem entrar no lugar do manjericão, por exemplo, e as nozes podem ser substituídas por castanhas-de-caju ou do Pará. Nestes casos, o pesto se transforma em algo completamente diferente do que quando o manjericão é usado. Já provei versões com todos esses ingredientes e gostei de todas, mas sugiro testar a mais clássica antes de partir para as outras "infrações" culinárias.

Testei alguns métodos de cozinhar o frango já recheado, e foi mais fácil grelhá-lo antes (para dar cor) e assá-lo depois. Cozinhar em água fervente o rocambole embrulhado firmemente em papel filme e depois saltear a carne é outra alternativa, que me pareceu dar mais trabalho.

Se a ideia é seguir os preceitos clássicos e não cozinhar o pesto de maneira alguma, é possível apenas cobrir os filés de frango grelhados com ele e com molho de tomate.  Vamos para a cozinha? Até a próxima!


FRANGO AO PESTO E MOLHO DE TOMATE

Dificuldade Médio
Rendimento 4 porções

Ingredientes
4 peitos de frango inteiros
Suco de 2 limões
4 tomates maduros
4 dentes de alho
2 xícaras de manjericão fresco
1/2 xícara de queijo parmesão ralado
1/4 de xícara de nozes
1/4 de xícara de azeite de oliva e mais um pouco para refogar alho e frango
Sal a gosto

Modo de fazer

  1. Abra os filés de peito no meio e bata com um martelo de carne até que fiquem finos.

  2. Tempere o frango com limão e sal.

  3. Bata em um processador o manjericão, o queijo, as nozes, dois dentes de alho e o azeite. Acerte o sal se necessário.

  4. Espalhe o pesto nos frangos, enrole e prenda com palitos de dente.

  5. Em uma frigideira quente, doure os frangos rapidamente em um pouco de azeite.

  6. Embrulhe firmemente em papel alumínio e asse em forno alto por 30 minutos.

  7. Refogue os outros dois dentes de alho em azeite e adicione os tomates picados e sem sementes e cerca de duas colheres de sopa de água. Cozinhe em fogo baixo por pelo menos 30 minutos. Acerte o sal.

  8. Sirva o frango com o molho de tomate.

 

(A)ventura na cozinha

Juliana Ventura, 33, é jornalista formada pela PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), pós-graduada em gastronomia pela Universidade Anhembi Morumbi e professora de culinária para crianças.
email: aventuranacozinha@grupofolha.com.br
Instagram: @venturanacozinha

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias