Aventura na cozinha

Farofa com bacon, banana-da-terra e castanha combina com churrasco ou feijoada

Versão do acompanhamento é feita com farinha de milho em flocos

Paixão nacional, a farofa pode ficar mais saborosa quando feita com banana, castanha e bacon - Divulgação

Descrição de chapéu Agora

Olá, cozinheiros! Bem-vindos a mais uma aventura na cozinha!

Sou daquelas pessoas capazes de comer uma boa farofa pura, de colher. Por isso mesmo resolvi falar sobre esse acompanhamento tão brasileiro presente em basicamente qualquer mesa, principalmente ao lado do churrasco ou da feijoada.

A origem da farofa como parte da nossa gastronomia é controversa. De acordo com o livro “Básico” (ed. Melhoramentos), do Instituto Brasil a Gosto e assinado por Ana Luiza Trajano, o estudioso da nossa língua Antônio Houaiss (1915-1999) relaciona a palavra ao termo angolano “falofa”, que identifica uma mistura de farinha com azeite ou água.

Porém, nossos índios já consumiam farinha por uma infinidade de maneiras, e o hábito de escaldar a de mandioca ou de milho em gordura aparece já no nosso período colonial.

Para a nossa sorte, o costume perdura até hoje, podendo as farofas ser enriquecidas com vegetais e carnes e acompanhar diversos pratos, servindo de recheio para assados, por exemplo.

Já vi alguns jeitos diferentes de preparar farofa e elegi como as minhas preferidas aquelas que são levemente tostadas em gordura. Gosto mais de farofas crocantes do que úmidas.

A receita de que mais gosto, e que está presente em todas as festas de fim de ano na minha família, foi criada, não nego, a partir do meu gosto pessoal. A mistura que leva bacon, castanha-do-pará e banana, para o meu paladar, é infalível. Acompanha muito bem peixes e carne de porco, com pernil assado.

A dica aqui é não pular o primeiro passo do modo de fazer. Dourar as bananas antes, reservá-las e só adicioná-las novamente no fim garante que a fruta não se desmanche. Além disso, se possível, não tente variar em tipo: a banana-da-terra é mais firme e funciona melhor neste tipo de receita.

Vamos para a cozinha? Até a próxima!


FAROFA DE BANANA, BACON E CASTANHA-DO-PARÁ 

Ingredientes

400 g de farinha de milho flocada
200 g de bacon defumado
2 bananas-da-terra
100 g de manteiga sem sal
100 g de castanha-do-pará
1 cebola branca
¼ xíc. (chá) de azeite de oliva
1 col. (sobremesa) de molho de pimenta
Sal e pimenta-do-reino a gosto
1 xíc. (chá) de cheiro-verde picado

Rendimento 10 porções
Dificuldade Fácil

Modo de preparo

1- Corte as bananas em fatias e as frite, deixando dourar dos dois lados, em uma colher (sopa) de manteiga. Reserve.

2- Em uma panela em fogo alto, coloque o bacon picado em pedaços pequenos e deixe fritar por cinco minutos. Adicione a manteiga restante e espere derreter.

3- Refogue na manteiga e no bacon a cebola bem picada, até que fique translúcida. Adicione o molho de pimenta e as castanhas picadas. Refogue por mais dois minutos.

4- Coloque o azeite e, por fim, a farinha. Misture bem, deixando que ela absorva a gordura. Se achar seco, coloque um pouco mais de manteiga. Se, por outro lado, perceber que a farofa está gordurosa, coloque um pouco mais de farinha.

5- Deixe que a farinha toste levemente no fundo da panela, para que fique mais crocante. Coloque as bananas e acerte o sal e a pimenta. Desligue o fogo, adicione o cheiro-verde e misture bem.

Agora

(A)ventura na cozinha

Juliana Ventura, 33, é jornalista formada pela PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), pós-graduada em gastronomia pela Universidade Anhembi Morumbi e professora de culinária para crianças.
email: aventuranacozinha@grupofolha.com.br
Instagram: @venturanacozinha

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem