Cinema e Séries
Descrição de chapéu Cinema

Scarlett Johansson processa Disney por lançar 'Viúva Negra' no streaming

Contrato da atriz previa pagamento por desempenho nas bilheterias nos cinemas

Cena do filme 'Viúva Negra', protagonizado por Scarlett Johansson - Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Scarlett Johansson, 36, está processando a Disney por ter lançado o longa "Viúva Negra" no Disney +. A atriz alega que seu contrato foi violado quando o filme estreou concomitantemente no cinema e na plataforma de streaming.

De acordo com um relatório do Wall Street Journal, o processo de Johansson aponta que o contrato dela com a Marvel Entertainment garantia que "Viúva Negra" estrearia exclusivamente nos cinemas e que o pagamento pelo filme se basearia em grande parte no desempenho do longa nas bilheterias.

Citando fontes anônimas, a publicação afirma que a decisão de colocar o longa no Disney + provavelmente custará a Johansson mais de US$ 50 milhões (correspondente a R$ 253 milhões).

“A Disney intencionalmente induziu a violação do acordo da Marvel, sem justificativa, para evitar que Johansson percebesse todos os benefícios de sua barganha com a Marvel”, diz trecho do processo, que foi aberto no Tribunal Superior de Los Angeles, nos Estados Unidos.

Procuradas pelo NY Post, Disney e Marvel não responderam aos pedidos de esclarecimentos.

O processo de Johansson pode sinalizar problemas maiores em Hollywood, à medida que mais estúdios optam por lançar simultaneamente seus filmes em serviços de streaming e nos cinemas.

A mudança tem grandes implicações financeiras para atores, produtores, diretores e outros que desejem garantir que o crescimento do streaming não aconteça às suas custas, disse o advogado de Johansson, John Berlinski, do Kasowitz Benson Torres LLP, ao Journal.

“Este não será certamente o último caso em que um talento de Hollywood enfrentará a Disney e deixará claro que, independentemente do que a empresa possa fingir, tem a obrigação legal de honrar seus contratos”, disse Berlinski.

"Viúva Negra" mostra a história da personagem quando ela ainda era conhecida por Natasha Romanoff, antes de fazer parte dos vingadores. Na trama, ainda na infância ela é entregue à KGB, que a prepara para se tornar sua agente suprema. Porém, com o fim da União Soviética, o próprio governo que a treinou tenta matá-la.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem