Cinema e Séries

Diretor de 'Dois Irmãos', novo filme da Disney Pixar, afirma que história vai causar 'empatia'

Dan Scanlon explicou por que escolheu Tom Holland e Chris Pratt para dublarem animação

Cartaz oficial do filme ''Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica''
''Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica'', novo filme da Disney Pixar, estreia dia 5 de março de 2020 nos cinemas - Disney Divulgação
São Paulo

“Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica”, foi um dos filmes trazidos pela Disney Pixar na Comic Con Experience 2019. A história dirigida por Dan Scanlon, 43, ganhou um painel exclusivo no evento, no último sábado (7), e teve seu trailer oficial lançado para o Brasil.

Com um cenário de fantasia moderna, como define Scanlon, "Dois Irmãos" contará uma história emotiva e bastante especial dos elfos Ian e Barley Lightfoot, que usam da magia para trazer o pai de volta. "Eu queria contar uma história da qual dois irmãos tivessem a chance de conhecer seu pai, e para isso acontecer a magia era a única forma", explicou o diretor, em entrevista ao F5.

Responsável por grandes animações como "Universidade Monstros" (2013), e" Carros" (2006), Scanlon afirmou que embora o enredo seja focado nos irmãos, a história pode ser interpretada sob a ótica de qualquer membro da família, amigo ou "aquelas pessoas que vão além realmente para nos ajudar." "Eu acredito que é um sentimento que vai causar empatia no público em geral", contou o diretor de cinema.

Durante o painel na CCXP, Dan Scanlon afirmou que a narrativa veio de uma inspiração pessoal, da sua própria história com o seu irmão, que perderam o pai quando eram jovens. "É um filme muito pessoal para mim. Nós não tínhamos muitas lembranças dele [pai]." Em entrevista, Scanlon completou dizendo que a ideia de misturar os dois mundos (de fantasia e o real), é a parte da diversão do filme. 

Apesar de não existir seres humanos na história –todos os personagens são serem mágicos–, Ian e Barley vivem uma vida "comum" e rotineira. Tom Holland e Chris Pratt, são os responsáveis por darem voz (e vida) aos dois irmãos protagonistas.

Sobre a escolha dos atores, que são muito conhecidos pelos seus papéis em "Vingadores", Scanlon explicou que cada um tem algo em comum com os personagens da animação. Holland dubla o irmão mais novo, Ian. "Ele [Tom Holland] é muito doce e ao mesmo tempo meio esquisitão. É muito bom em fazer fanfarrão tímido", contou o roteirista. 

"Já o Barley [personagem de Chris Patt], tem essa personalidade bem extravagante, extrovertida e ao mesmo tempo carinhosa, e o Chris é assim, então ele é divertido e tem esse lado amoroso, por isso que nós escolhemos", afirmou Scanlon.

Com um pé de inspiração na vida real, o diretor da Pixar disse as características dos personagens também conversam com a sua e a do seu irmão. "Durante o ensino médio sempre fui muito tímido, o estranho da turma, como o Ian. E o meu irmão não é assim tão caótico quanto o Barley, mas ele tem a mesma característica de dar muito apoio."

Para além da empatia que o filme vai causar, Scanlon acredita que a mensagem por de trás de "Dois Irmãos" é o ponto alto da produção. "É sobre essa possibilidade mágica de passar um dia com alguém que você ama mas você perdeu, mas também sobre as pessoas que estão na sua vida e se viram do avesso para te ajudar", explicou.

“Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica” tem data de estreia marcada para 5 de março de 2020.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem