Cinema e Séries

'Stranger Things' bate recorde da Netflix; Millie Bobby Brown revela cena mais difícil

Em apenas quatro dias, 3ª temporada da série teve 40,7 milhões de espectadores

Da esq. para a dir.: Gaten Matarazzo, Caleb McLaughlin, Millie Bobby Brown, Sadie Sink, Finn Wolfhard e Noah Schnapp
Da esq. para a dir.: Gaten Matarazzo, Caleb McLaughlin, Millie Bobby Brown, Sadie Sink, Finn Wolfhard e Noah Schnapp - Chris Delmas / AFP
São Paulo

A Netflix revelou nesta segunda-feira (8), através do Twitter, que a 3ª temporada da série "Stranger Things" bateu um recorde histórico.

Isso porque, com poucos dias de lançamento, a produção teve 40,7 milhões de espectadores, transformando-a na série mais vista da plataforma em seus primeiros quatro dias. O número também supera o de qualquer filme que faz parte da Netflix.

“Stranger Things 3 está quebrando recordes da Netflix! 40,7 milhões de contas familiares tem assistido a série desde seu lançamento em 4 de julho”, publicou o perfil oficial da Netflix no Twitter. “mais do que qualquer outro filme ou série em seus primeiros quatro dias”.

No entanto, deste número, apenas 18,2 milhões de pessoas já terminaram de assistir a todos os episódios. 

Atenção: O texto abaixo contém spoilers sobre a nova temporada de "Stranger Things".

A 3ª temporada de "Stranger Things" gira em torno de arcos como as descobertas amorosas dos adolescentes, bem como a relação paternal entre Hopper (David Harbour) e Eleven (Millie Bobby Brown).

A atriz de 15 anos, que interpreta a protagonista, revelou ao site norte-americano Entertainment Weekly que "com toda certeza, essa [temporada] foi a mais difícil". "Sabe as cenas em que parece que eu estou caindo? Eu tive que aprender a basicamente me jogar para frente e para trás por algumas horas. No final disso tudo, eu estava com muitas náuseas, mas foi ótimo", afirmou.

Para ela, a cena mais emocionante de gravar foi justamente o momento em que chora lendo a carta de seu pai adotivo, já dado como morto, em que ele discursa sobre as relações e a vida.

"Eu não queria ler aquele discurso. Eu não queria ouvir nada sobre ele. Eu não queria ensaios. Eu queria que eles imediatamente colocassem a câmera em mim e captassem a minha reação", disse a atriz.

"O jeito que eu reagi foi de pura devastação e tristeza. Uma criança triste que acabou de perder seu pai, ao menos o que ela pensa. É uma emoção muito crua, especialmente por causa da minha proximidade com Daivd Harbour. Ele é um ótimo homem. O que eu mais admiro dele é o seu respeito por garotas e mulheres. Eu me senti tão mal que pensei 'isso é horrível'. São emoções cruas naquela cena com certeza".

Além desta, ela se emocionou com a cena em que ela, Will, seu irmão e sua mãe se despedem de Hawkins. "Foi tão emocional quanto parece. Todos nós dissemos: 'Vamos imaginar que esta é nossa última gravação pra sempre'. E todos começamos a chorar imediatamente assim que disseram 'ação'. Foi como dizer adeus para os meus melhores amigos".

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias