Cinema e Séries

Anitta mostra intimidade e bastidores de clipes em série e planeja 2ª temporada picante

'Eu estando solteira, a câmera entra até no edredom', disse a cantora sobre possível sequência

Anitta em Coletiva de Imprensa no Four Seasons Hotel, em São Paulo
Anitta em Coletiva de Imprensa no Four Seasons Hotel, em São Paulo - Francisco Cepeda/AgNews
Amanda Nogueira
São Paulo

A docussérie “Vai Anitta” chega à Netflix nesta sexta (16), mas a cantora já se prepara para uma possível segunda temporada, mostrando ainda mais sua intimidade: “Eu estando solteira, a câmera entra até no edredom”, disse a carioca, separada desde setembro, durante entrevista à imprensa nesta segunda (12).

Os seis episódios iniciais, de curta duração, se passam durante a elaboração e lançamento do projeto Checkmate, mostram bastidores de turnê e recuperam a trajetória da funkeira que emergiu do bairro Honório Gurgel, no subúrbio do Rio de Janeiro.

“É uma apresentação do que rola na minha carreira e desse projeto que foi o principal para a minha carreira internacional”, diz Anitta, 25.

A mescla de reality show com documentário começa com depoimentos da cantora e do ex-marido, o empresário Thiago Magalhães, contando como se conheceram durante as gravações de “Música Boa Ao Vivo”, do Multishow. Em seguida, intercala cenas da gravação do clipe de “Is That For Me”, na Amazônia, e a relação da artista com produtores e artistas estrangeiros.

Anitta afirma que não fez restrições às filmagens e conta que aparece até chorando. “Agora que eu estou solteira fico pensando ‘por que não me arrumei mais, botei uma maquiagem, fiz o cabelo?’”, diz, rindo. “Não deixava de registrar uma coisa por não estar glamorosa, não.”

Houve uma exceção. “Tive uma crise de depressão muito grande, então tem um vácuo nesse período. Fiquei uns três, quatro meses sem conseguir assimilar. E minha equipe sabe como sou, se eles tocassem sem que eu estivesse em condições de acompanhar e depois eu não gostasse, ia ser pior. Então todo mundo parou e ficou esperando que eu voltasse ao normal para que desse continuidade”, disse a cantora, sem revelar mais detalhes.

Segundo a cantora, o assunto é abordado de forma superficial. "Na época, não consegui filmar. Por ser famoso e ter sucesso, [as pessoas acham que] está sempre feliz", disse. "Falo um pouco disso e do que eu comecei a pensar para caminhar."

A produção chega à plataforma de vídeos sob demanda uma semana após o lançamento do EP “Solo”, composto por três faixas.

Em uma das canções, "Não Perco Meu Tempo", a cantora beija dezenas de pessoas, entre mulheres, pessoas mais velhas e transexuais. "Nesse videoclipe, a minha intenção era desproblematizar um pouco, as pessoas estão à flor da pele. É importante debater, discutir, mas também é importante lidar de uma maneira natural", disse.

Para Anitta, o clipe propõe que as pessoas pensem diferente, sem se desfazerem de amizades por divergência de opinião. "Gosto muito de quando eu lanço um trabalho que faz as pessoas discutirem algo."

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias