Cinema e Séries

Martin Scorsese e Leonardo DiCaprio trabalham em filme sobre massacre indígena

Sexto filme renova parceria marcada por longas premiados

Leonardo DiCaprio (à esq.) e o cineasta Martin Scorsese, em Nova York
Leonardo DiCaprio (à esq.) e o cineasta Martin Scorsese, em Nova York - Victoria Will/Invision/AP
São Paulo

O cineasta Martin Scorsese e o ator Leonardo DiCaprio retomam a sua parceria de sucesso. A dupla vai trabalhar no longa "Killers of the Flower Moon", segundo informou a revista americana Variety.

A história é inspirada no best seller de mesmo nome, lançado em 2016, pelo escritor americano David Grann.

A trama baseada em fatos reais investiga o momento em que os indígenas da tribo Osage Nation são massacrados, após o descobrimento de poços petrolíferos em suas terras. Fato que ocorreu na década de 1920, em Oklahoma. 

A partir do número absurdo de mortos, o FBI assume o caso e desvenda uma conspiração assustadora, que revela um dos mais monstruosos crimes da história norte-americana.

Esse será o sexto filme feito por Scorsese em parceria com DiCaprio. A dupla já trabalhou juntos nos premiados "Gangues de Nova York" (2003), "O Aviador" (2004), "Os Infiltrados" (2006), "Ilha do Medo" (2010) e "O Lobo de Wall Street" (2014). 

Assim que o livro foi publicado, o cineasta se interessou em comprar os os direitos da obra.   "Quando li o livro de David comecei a visualizá-lo imediatamente. As pessoas, os cenários, a ação. Sabia que tinha que transformá-lo em um filme", afirma Scorsese.

"Estou entusiasmado por levar esta perturbadora história americana para a grande tela", acrescentou.

O roteiro do filme será de Eric Roth, de "Nasce uma Estrela", e "Forrest Gump" (1994). As filmagens devem começar no início do ano que vem. 

DiCaprio está atualmente rodando "Once Upon a Time in Hollywood", de Quentin Tarantino, e Scorsese finaliza a pós-produção do drama criminal "The Irishman" para a Netflix.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias