Cinema e Séries

Lady Gaga mostra força como atriz em 'Nasce uma Estrela' e é cotada para levar o Oscar

Com direção de Bradley Cooper, filme estreia nesta quinta-feira (11)

Jackson Maine (Bradley Cooper) canta com a talentosa Ally (Lady Gaga)
Jackson Maine (Bradley Cooper) canta com a talentosa Ally (Lady Gaga) - Divulgação/Warner Bros.
Descrição de chapéu Agora
Karina Matias
São Paulo

Em uma das primeiras cenas de “Nasce uma Estrela”, que estreia nesta quinta (11) nos cinemas, Lady Gaga, 32, faz o que se espera dela: uma performance arrebatadora da música “La Vie en Rose”, imortalizada por Édith Piaf (1915-1963).

Mas ela vai além: sua atuação como Ally, uma cantora muito talentosa, porém insegura, já vem sendo cotada para prêmios como o Oscar. Vale lembrar que Gaga levou o Globo de Ouro de melhor atriz por seu papel na série “American Horror Story: Hotel.”

Na trama, remake de um clássico do cinema já encenado outras três vezes (1937, 1954 e 1977), Gaga aparece de cara limpa e sem as roupas extravagantes que fizeram a sua fama. Tudo para dar veracidade ao seu primeiro papel principal em um longa-metragem: o da jovem que está desistindo da carreira artística porque sempre ouviu do meio musical que tem um nariz muito grande para ser uma popstar.

É quando Ally canta o clássico francês em um bar de drag queens que a sua sorte muda. Na plateia, está o famoso cantor Jackson Maine, papel de Bradley Cooper, 43, responsável também pela direção do filme.

O astro fica encantando e logo descobre que Ally ainda é uma ótima compositora. O casal se vê apaixonado, ao mesmo tempo em que Maine dá o impulso para a carreira da amada decolar. Mas, se de um lado Ally conquista o estrelato, Maine vivencia o declínio da fama e a luta contra o alcoolismo.

Segundo Cooper, ele e Gaga tiveram uma "explosão de química logo no início", e depois um comprometimento enorme. "Encontrei alguém que trabalha tão duro quanto eu. Isso me incentivou a trabalhar mais duro", disse Cooper.

Gaga já disse também que a sua trajetória é completamente diferente da jovem Ally. “Quando decidi que eu realmente queria me tornar artista, cantora, compositora, quando eu tinha 19 anos, eu fui atrás disso correndo. Eu estava arrastando meu piano por Nova York, abrindo portas e eu realmente acreditava em mim”, afirmou ela à Reuters Television em um evento, em Londres.

“Ally não é assim. Ally desistiu completamente de si mesma. Ela está nos seus 30 e poucos anos, está cansada da indústria da música, de pessoas que dizem que ela não é linda o bastante, que ela não vai conseguir. É o amor de Jackson por ela que a traz de volta à vida”, acrescentou.

TRILHA SONORA É PONTO ALTO

As músicas de “Nasce uma Estrela” são o destaque da produção. São 17 canções inéditas, além de uma versão para o clássico francês “La Vie en Rose”. Lady Gaga participa da composição de muitas das músicas, como “Shallow”, em que ela divide os vocais com Bradley Cooper.

O ator, aliás, surpreende ao soltar a voz –já que todas as canções do filme foram gravadas ao vivo. Além de “Shallow”, cujo videoclipe com cenas dos personagens da produção pode ser visto no YouTube, outros destaques da trilha são “Look What I Found”, “Always Remember Us This Way” e “I’ll Never Love Again”.

Todas as músicas já estão disponíveis para a venda em lojas físicas e em plataformas pela internet. A trilha completa conta também com alguns diálogos do filme.

Agora
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias