Cinema e Séries

Johnny Depp diz que se sentiu mal por polêmica sobre sua escalação para 'Animais Fantásticos'

Ator, que foi acusado de agredir ex-mulher, está na sequência do longa

Johnny Depp em cena do filme "Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald"
Johnny Depp em cena do filme "Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald" - Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O ator Johnny Depp, 55, finalmente comentou a polêmica envolvendo sua escalação para a série de filmes “Animais Fantásticos”, prequela da franquia “Harry Potter”, que estreou em 2016. Fãs da história chegaram a pedir a substituição do artista, o que foi recusada pela autora J.K. Rowling

“Serei honesto com você, me senti mal por J.K. ter que lidar com tantas reações. Mas o fato é que eu fui falsamente acusado. J.K. viu as provas e sabe que eu fui falsamente acusado, e é por isso que ela me apoiou publicamente. Ela não se levantaria se não soubesse a verdade”, afirmou Depp à revista Entertainment Weekly. 

O ator, que interpreta o vilão Gellert Grindelwald no filme, foi acusado pela ex-esposa Amber Heard de violência física durante o processo de divórcio. Heard, no entanto, retirou as acusações ainda em 2016, depois que o casal chegou a um acordo amigável que encerrou o casamento. 

Após a acusação, muitos fãs queriam que o papel de Johnny Depp fosse atribuído a outro ator no segundo filme da série, “Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald”, que estreia em 15 de novembro. Na ocasião, Rowling disse que cogitou a mudança, mas decidiu respeitar os termos do divórcio de Depp e Heard.

Depp afirmou, ainda na entrevista à Entertainment Weekly, que entrou de cabeça no personagem sabendo da responsabilidade que tinha e que “é bom levar o público a um passeio que eles não estão necessariamente esperando, ainda assim com grande respeito ao mundo que eles conhecem e entendem.”

O primeiro filme da série, “Animais Fantásticos e Onde Habitam”, dirigido por David Yates, estreou em 2016 e faturou cerca de R$ 580 milhões em todo o mundo. O estúdio pretende produzir cinco filmes da série, que se passa no mesmo universo dos livros de Harry Potter, mas com histórias que aconteceram décadas antes.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem