Carnaval

Claudia Leitte tem ritmo intenso de folia e diz que rivalidade com Ivete é especulação venenosa

Grávida de 4 meses, cantora diz que não reduz ritmo no Carnaval

Claudia Leitte
A cantora Claudia Leitte, grávida de quatro meses de Bela - Divulgação
Márcia Soman
São Paulo

A cantora Claudia Leitte tem uma agenda corrida para o Carnaval. Em oito dias, entre sexta (1º) e sábado (9), ela comanda três blocos na Bahia e um em São Paulo. Nem a gravidez de quatro meses de sua primeira menina, Bela, fez Claudia reduzir o ritmo.

"As expectativas são as melhores possíveis, estou muito animada. Isso [a gravidez] com certeza traz toda uma magia ainda mais especial para os trios. Espero fazer um Carnaval daqueles, o melhor de nossas vidas", disse a cantora ao F5.

Bela, aliás, será a única dos filhos da cantora a "acompanhar" a mãe. Ela conta que não leva seus filhos  —Rafael, 6, e Davi, 10— aos trios por conta do ritmo muito intenso e corrido. "Em alguns shows, eu levo, mas em trios é mais difícil", diz Claudia. 

Entre as músicas que devem embalar os trios de Claudinha, estará "Lambada Corpo Molinho", que gravou com outra musa do carnaval: Ivete Sangalo, para o DVD “Ivete Live Experience”. 

"Foi maravilhosa demais, um marco para nós. Costumo dizer que todos nossos encontros anteriores culminaram na gravação desse DVD", disse a cantora.

Sobre os rumores sempre presentes da rivalidade entre as duas rainhas do axé, Claudia diz que as duas sempre foram parceiras. "Acho que não precisamos enterrar rumores do que nunca existiu. Tudo veio de especulações fracas e venenosas."

Cantando sobre uma mulher “independente, linda e despreocupada” em "Lambada", Claudia diz que empoderar as mulheres sempre foi um tema importante para ela. "Nós nos unirmos e nos fortalecermos é essencial e muito importante, e sempre que eu puder usar minha voz para levantar essas bandeiras, o farei. Mesmo nas ações e nos gestos mais simples."

A cantora contou ter ficado satisfeita com sua reação no palco do Teleton, em novembro passado, quando Silvio Santos disse para ela que não poderia abraçá-la se não ficaria excitado. O caso repercutiu na rede, com mensagens de apoio à artista.

"Eu fiz o que o meu coração mandou naquele momento. Recebi muitas mensagens que me fizeram entender o quão importante foi me posicionar, momentos assim nos encoraja, une e fortalece. E eu nunca guardei mágoa de ninguém, eu sou assim, essa é a minha virtude. Acredito que um homem, em algum lugar vai pensar uma, duas, três vezes antes de fazer qualquer indelicadeza, de qualquer esfera.

VIDA DE ATLETA O ANO INTEIRO

Como leva uma vida de atleta o ano inteiro, segundo ela própria, Claudia não muda os preparativos para aguentar a rotina de folia. "Procuro me alimentar bem sempre, praticar exercícios físicos, dormir o máximo possível, tudo para ter energia e força para cumprir toda a minha agenda."

Ela não revela se o figurino vai sofrer mudanças para acomodar a barriguinha ainda discreta de Bela. O que adianta é que as fantasias remeterão ao tema de seus blocos neste ano: Coração da Amazônia, em que falará sobre a floresta como patrimônio do país e do mundo.

Seu trio elétrico terá alegoria com movimentos, muito verde, além de cobras, micos e animais típicos da região. A cabine deve vir revestida por uma onça-pintada.

Claudia Leitte vai se apresentar no Bloco Blow Out em Salvador nesta sexta-feira (1°). Na terça (5), ela puxa o bloco Largadinho, também na capital baiana. Ela vai estar também no Carnaval Barreirinhas, no interior da Bahia, no sábado (2).

Ela encerra o Carnaval em São Paulo, com mais uma edição do Bloco Largadinho, que sai no dia 9, às 15h, na avenida Tiradentes, zona norte da cidade. No ano passado, a primeira edição de seu trio paulistano atraiu mais de 2 milhões de pessoas. 

"Foi uma experiência maravilhosa, muito além do que podia imaginar. O clima sempre é diferente, próprio de cada local, mas é sempre mágico. Só tenho a agradecer."

Outra presença obrigatória no repertório será "Saudade", recente lançamento ao lado de Hungria Hip Hop, em que mistura axé com samba reggae. A música foi escrita em conjunto com os compositores Tatau e Xixinho. "Trocamos diversas mensagens, ideias e a composição fluiu, quando vi, havíamos terminado. Hungria tinha a ideia de compor algo dele, mas quando viu a letra, sentiu emoção e a adorou."

A mistura de ritmos já virou tradição para Claudinha. No ano passado, sua aposta para hit da folia foi a música “Carnaval”, gravada com Pitbull e que une axé com hip hop e eletrônica. "Eu adoro caminhar entre ritmos e acredito que o axé permite isso, ele te abre um leque muito grande e especial para se explorar", afirma Claudia. 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias