Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades

Giovanna Ewbank nega briga com Fernanda Gentil por obra

Apresentadoras agora são vizinhas de muro

Giovanna Ewbank - Instagram/gioewbank
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Campinas

Giovanna Ewbank usou os stories do Instagram neste sábado (21) para desmentir rumores de que teria discutido com Fernanda Gentil por causa do barulho de obra na casa da apresentadora. Gentil anteriormente morava na casa em frente a de Ewbank e agora se mudou para o terreno vizinho que divide o muro com a modelo.

Em vídeo, a modelo comemora no quintal da casa que no final de semana não há barulho de reforma. "Gente, deixa eu explicar um negócio. Fê Gentil faz parte da minha mobília, assim como nós fazemos parte da mobília de Fê Gentil", diz. "A gente está até projetando uma tirolesa da casa dela para a minha, para as crianças. Logo vai ficar pronta."

Durante a explicação, ela fala que o chef Jociano Índia a alertou para esclarecer o suposto conflito, visto que até seus vizinhos estavam questionando a briga. "Eu falei: 'fala que a Fê Gentil é uma bruxa e está fazendo barulho de propósito'", disse ela em tom de brincadeira.

Ela também publicou a reação da jornalista aos seus stories. "Cara, vou te falar um negócio, você está reclamando de barriga cheia. Tem gente matando e morrendo para ser minha vizinha e essa benção, presente de Deus, caiu no seu colo", afirma a apresentadora. "Avisa pro mundo que eu te amo. E nada mais importa", acrescentou em uma mensagem no chat privado.

Em seus stories, Gentil também se pronunciou sobre o assunto, mas em texto. "Feliz por você, aproveita que segunda recomeça", escreveu em resposta aos vídeos de Ewbank. Sobre as notícias que afirmavam que as apresentadoras estavam discutindo, ela escreveu que "é muito mais 'clicável' que a gente esteja brigada do que se amando".

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem