Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades
Descrição de chapéu Rússia

De Luciano Huck a Mark Ruffalo, veja famosos que criticam guerra na Ucrânia

Eles estão preocupados com a população e pedem paz na região

Luciano Huck em entrevista ao Fantástico
Luciano Huck - Reprodução/Globo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Artistas brasileiras e internacionais usaram as redes sociais para se manifestar contra a guerra na Ucrânia, iniciada pelo presidente russo, Vladimir Putin, nesta quinta-feira (24). Eles demonstraram preocupação com a população da região –que sofreu ataques por terra, ar e mar– e pedem paz.

O ator norte- americano Mark Ruffalo escreveu no Twitter que as pessoas não fizeram nada para merecer essa perversão e espetáculo obsceno. "Enviando amor e boas orações a todas as pessoas inocentes da Ucrânia, Rússia e Europa que estão presas neste momento triste e corrosivo de violência e destruição assimétricas, especialmente os jovens."

O cantor The Weeknd demonstrou solidariedade aos afetados pelo conflito na região em publicação no Twitter. "Infelizmente só agora estou vendo o que está acontecendo com o conflito e farei uma pausa no anúncio de amanhã. Rezo pela segurança de todos."

O ator Marcos Pasquim compartilhou fotos do congestionamento de carros com as pessoas tentando deixar a região do conflito. "Parece cena de filme, mas é real, as pessoas estão fugindo da Ucrânia por causa dos ataques russos, ninguém deveria ser obrigado a deixar sua casa", escreveu o ator.

O apresentador Luciano Huck publicou nas redes que líderes precisam ter capacidade de mitigar as crises. Segundo ele, uma guerra na Europa em pleno século 21 é um retrocesso civilizatório, impacta o mundo e trava o desenvolvimento global. "É cruel, degradante e injustificável."

"A quem interessa uma guerra na Europa agora? É possível sempre dar uma chance à paz. Não por romantismo, mas por realismo mesmo", escreveu o apresentador em outra publicação na rede.

Marcos Mion é outro apresentador que se posicionou contrário à guerra na Ucrânia e disse que é inacreditável ver imagens de bombardeiros. "Não é possível que em pleno 22, com toda humanidade tentando evoluir e viver com base no respeito e igualdade, a gente tenha que sofrer com imagens de bombardeios…imagens de guerra…é inacreditável."

A cantora Zélia Duncan escreveu no Twitter que "guerra é tragédia, fracasso, derrota de todos". O ator e vereador Thammy Miranda (PL-SP) pede a Deus piedade para quem escolheu a guerra. "Que Deus tenha piedade daqueles que escolhem a guerra, mas mais piedade ainda daqueles que não tem nada a ver com ela."

Já a atriz e apresentadora Giovanna Ewbank falou que ver as imagens da guerra na Ucrânia parecem um filme de terror e ver isso na sua timeline a deixa profundamente triste. "Minha solidariedade a todas as pessoas que estão sofrendo com esses confrontos. Minhas orações estão com vocês."

"Tem dias que a gente acorda e parece que tá vivendo um filme de terror. As imagens da Ucrânia que vejo na minha timeline me entristecem profundamente. Minha solidariedade a todas as pessoas que estão sofrendo com esses confrontos. Minhas orações estão com vocês."

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem