Celebridades

Edson Celulari esbanja felicidade com chegada da 3ª filha em fevereiro

Ele e a mulher planejavam filho há alguns anos, mas câncer havia adiado o sonho

Edson Celulari e Karin Roepke após anuncio da gravidez

Edson Celulari e Karin Roepke após anuncio da gravidez @edsoncelulari no Instagram

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Aos 63 anos, o ator Edson Celulari está radiante com a chegada em fevereiro da terceira filha, fruto do relacionamento com a atriz Karin Roepke, 40. Com dois filhos adultos, ele admite que gosta da "função de pai" e que vai ser ótimo ter essa filha na maturidade.

O ator diz que a chegada da filha foi planejada há algum tempo e que eles estavam esperando o momento para isso. Ele afirma que o câncer que teve há quatro anos interferiu nos planos, mas, superada essa questão, eles seguiram com o sonho.

"A minha relação com a Karin é totalmente estável, feita de harmonia e de entendimento. Eu acho que a gente está mais que preparado para receber essa filhota que está para chegar. Enquanto eu tiver forças nos braços eu vou segurar essa criança", diz rindo.

Celulari afirma que a maturidade traz muitos benefícios e declínios físicos de saúde com o tempo, mas o importante é estar em sintonia com a sua real idade. Ele diz que sempre se cuidou e tem muita saúde, apesar do susto com relação ao câncer.

"Eu estou muito feliz com a ideia de ser pai novamente, de estar chegando uma menina, uma nova filha, eu fico extremamente feliz, é uma coisa que me entusiasma, me leva para frente, que vai me fazer com certeza realizar muitos e muitos projetos dentro do meu ofício, da minha criatividade."

Celulari conta que a esposa, mãe de primeira viagem, está tendo uma gravidez extremamente tranquila e estável. Segundo o ator, ela tem frequentado a agenda de grávida com muito prazer e que aos poucos estão organizando o espaço da bebê.

O artista brinca que Karin tem se comportado muito com relação às vontades de grávida. O casal acabou de voltar de uma viagem a Nova York e a atriz não teve nenhum desejo de grávida. "[Karin] também se comportou muito bem [na viagem], não tive em nenhuma madrugada que sair em busca de algum desejo alimentar, mas ainda pode acontecer. Eu estou aqui de prontidão, pronto, aguardando ao lado do telefone qualquer chamada. Desejando, estou aqui pronto", afirma, esbanjando disposição.

Os filhos mais velhos do ator – Enzo, 24, e Sophia, 18, do primeiro casamento com a atriz Claudia Raia –ficaram alegres com a notícia de que vão ganhar uma irmã caçula. O ator diz que será uma meia-irmã que eles receberão com muita disponibilidade.

"Eles sabem que a família cresce e vai se fortalecer com a chegada de mais uma menina, no caso. Eu acho que tem que ser assim, essa criança vai chegar para somar e não para dividir."

O artista afirma que cumpre o papel de pai com muito prazer, dedicação e acha lindo poder acompanhar as várias fases da vida dos filhos. "Sophia enfrentando desafio de morar sozinha em Nova York em busca do seu sonho, Enzo independente e a pequena que está para nascer."

"Estar vivendo isso é uma alegria, um privilégio que eu tenho em estar acompanhando cada um desses processos", diz. "A pequena terá o próprio sonho e, no que eu puder apoiar, eu estarei presente."

INSTAGRAM

Celulari não está apenas esbanjando felicidade, ele também tem compartilhado um pouco dessa alegria com seus seguidores nas redes sociais. Desde o início da pandemia, o ator tem postado vídeos engraçados no seu perfil no Instagram.

"Eu fui estudar um pouco [sobre redes sociais], procurei uma assessoria e vi que é um canal que a gente passa a ter, é uma voz, uma possibilidade de você colocar uma opinião sobre tudo. Também de levar durante a pandemia um pouco de alívio, de alegria, um sorriso assim, uma coisa leve", afirma.

Mas o ator admite que está se divertindo muito com os vídeos e que sente um alívio de poder se expressar com o conteúdo engraçado ou mais profundo que compartilha nas redes. Ele fala que teve uma receptividade muito grande e um carinho dos seguidores.

"Comecei a perceber como as pessoas também estavam vivendo na pandemia, nesse isolamento forçado e as dificuldades. Eu também enfrentei as minhas, mas eu estava podendo oferecer para eles alguma coisa e isso me deixou extremamente feliz e entusiasmado com a ideia de rede social."

O ator diz ainda que trabalhou muito nesta pandemia em projetos de audiovisual. Ele ajudou na produção de uma série de seis episódios de dez minutos, escrita pela mulher, que está finalizada e deve entrar no mercado.

CELULARI DIRETOR

Celulari, que já tinha dirigido dois curtas antes da pandemia, dirigiu e atuou em um longa de suspense, ao lado da esposa, que tem o nome provisório de "Contratempos". Ele afirma que está decidindo outro título para o filme em fase de finalização.

"É um filme de entretenimento muito bem feito, fiquei muito feliz com o resultado, ainda estamos terminando, mas daqui a pouco vai ficar disponível para todo mundo ver", diz, animado.

O ator também poderá ser visto no primeiro semestre de 2022 na segunda temporada da série "Chuteira Preta" (Amazon), que foi gravada no Rio Grande do Sul. "Eu não tinha participado da primeira [temporada] e o [diretor] Paulo Nascimento me convidou para essa segunda temporada que tem o titulo de ‘Jogos Legais’", explica.

Apesar do período difícil que a arte vem enfrentando no Brasil, Celulari consegue ver muitas oportunidades de trabalho para a classe artística com a chegada dos streamings no país.

"A gente não só tem enfrentado um período difícil no segmento por causa da pandemia, mas também pela própria realidade hoje do país sob o ponto de vista cultural e artístico. São momentos difíceis e as dificuldades aumentaram demais."

Para o ator, a pandemia trouxe muitos prejuízos porque impossibilitou as práticas coletivas onde a arte se estabelecia e trazia respiro, sonho e diversão para as pessoas. Segundo ele, a pandemia recolheu essas expressões artísticas e agora com o fim do isolamento gradativo os artistas voltarão ainda mais fortes.

"Se depender de mim e da Karin essa criança nossa, que chega em fevereiro, vai chegar [com a gente] trabalhando em cima de algum palco ou em algum set de audiovisual brasileiro."

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem