Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades

Alexandre Pato cogita carreira como apresentador de TV: 'Daqui uns cinco anos'

Atleta irá se mudar para os Estados Unidos com Rebeca Abravanel, sua esposa

São Paulo apresenta o atacante Alexandre Pato, no Morumbi. - SAOPAULOFC.NET
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O jogador de futebol Alexandre Pato, 31, revelou que cogita trabalhar na televisão ao responder perguntas de seus seguidores no Instagram. Um internauta perguntou se ele tem vontade de virar apresentador de televisão, e ele respondeu: "Quem sabe… Daqui a uns cinco anos, pode ser", em seus Stories.

Casado desde junho de 2019 com Rebeca Abravanel, 40, filha de Silvio Santos, 90, o atleta é recém-contratado pelo Orlando City, time dos Estados Unidos. Ele estava sem contrato desde agosto do ano passado, quando deixou o São Paulo, time que já havia defendido anteriormente nos anos de 2014 e 2015.

Abravanel irá deixar o Brasil e acompanhar o marido nos Estados Unidos, e a apresentadora do Roda a Roda (SBT) já avisou a família que irá morar em Orlando, na Flórida. Ela também já havia comemorado a contratação do marido. "Voe alto, meu amor. Sou muito orgulhosa de você", afirmou.

Além das perguntas sobre uma possível carreira na TV quando se aposentar dos gramados, Pato também respondeu sobre seu relacionamento. Um seguidor questionou como ele e Abravanel se conheceram e o atleta respondeu: "Simplesmente, ela foi se esconder da chuva e entrou no restaurante em que eu estava".

"Aí já viu né?" disse em tom de brincadeira. "Depois, fui pedir açúcar na casa dela", finalizou. Recentemente Silvio Santos foi vacinado e o casal celebrou. "Que demais!" respondeu Pato a publicação de Rebeca, que como legenda escreveu: "Vacinado! Agradeçendo muito a Deus por esse momento!".

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem