Celebridades

Henrique Fogaça é eleito síndico de prédio após nove meses de assembleias tumultuadas

Foi a terceira reunião para tentar eleger o dono do posto

O chef Henrique Fogaça durante celebração oficial de cem anos de Negroni e do início da semana mais popular de Campari, a Negroni Week
O chef Henrique Fogaça durante celebração oficial de cem anos de Negroni e do início da semana mais popular de Campari, a Negroni Week - Francisco Cepeda/AgNews
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Henrique Fogaça foi eleito na noite desta segunda-feira (15) o novo síndico do condomínio Baronesa de Arary, localizado na avenida Paulista. 

“Bom dia! Hoje o dia amanheceu mais leve e feliz. Depois de uma longa batalha conseguimos reconquistar o que é nosso por direito”, escreveu Fogaça em sua rede social no saguão do prédio. Ele chegou a chamar a antiga gestão, que ficou no poder por quase 20 anos, de câncer: “Tiramos o câncer”, escreveu.

A decisão saiu após duas outras reuniões fracassadas nas quais aconteceu muita confusão e ameaças. A justiça determinou que a terceira assembleia acontecesse segunda-feira com a presença de um administrador judicial. Todo esse trâmite durou nove meses.

O cancelamento da última assembleia já havia gerado bate-boca, e a polícia, na ocasião, teve de ser chamada para mediar a situação, em novembro do ano passado. O grupo descontente argumentou que tinha uma liminar da Justiça exigindo que a assembleia ocorresse seguindo a convenção do condomínio.

Episódios marcados por confusão não são novidade na história do Baronesa de Arary. Assembleias anteriores já terminaram com agressões e queixas na delegacia, e síndicos foram destituídos por decisões judiciais ao serem acusados de praticar irregularidades.

O chef Henrique Fogaça está de férias e voltou recentemente de Roma. Por lá, causou tumulto ao posar com duas freiras para foto usando uma camiseta que mostrava religiosas se beijando.

 
Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem