Celebridades

Rafa Vitti diz ser difícil definir nome da filha com Tatá: 'Dois escolhendo e mil dando pitaco'

Ator espera a primeira filha com a atriz e apresentadora Tatá Werneck

Tatá Werneck e Rafael Vitti
Tatá Werneck e Rafael Vitti - Instagram
Rio de Janeiro

O ator Rafael Vitti, 23, afirma estar nas nuvens com a gravidez da mulher, a atriz e apresentadora Tatá Werneck, 35, mas conta que está enfrentando um desafio na escolha do nome: “São duas pessoas escolhendo e mais mil dando pitaco”, brinca ele.  

Ainda há tempo para o casal pensar e ponderar as sugestões, já que Tatá está no terceiro mês de gestação. Por enquanto, Vitti, que está no ar como João Guerreiro, na novela “Verão 90”, garante apenas que eles escolherão um nome bem bonito para a primeira filha.

“No início [da gravidez], fiquei um pouco preocupado com tudo que eu precisava aprender. Comecei a ficar meio chato… Mas acho que é por isso que a gestação dura nove meses. Com o tempo, a gente vai acalmando e vendo que não adianta ficar muito ansioso e querendo dar conta de tudo antecipadamente.”

Os cerca de vinte filhos peludos do casal --nem o próprio ator sabe dizer quantos são-- também parecem animados com a chegada da nova integrante da família. “Os gatinhos que ficam com a gente no quarto deitam bem em cima da barriga da Tatá. Acho genial”, conta ele animado”. 

“Já a nossa cadela, Alegria, é mais um pouco mais bruta e agitada e fica pulando na Tatá, então precisamos dar uma controlada. Mas espero que todos eles vivam em harmonia e protejam muito a nossa bebê.”

Mais calmo em sua espera pelo nascimento, Vitti diz que tem aprendido muito e se transformado a cada dia desde que descobriu que seria pai. “Ouvi muito que, quando eu tivesse filhos, eu entenderia as preocupações dos meus pais comigo. Eles estavam certos.”

“Minha mãe [Valéria Alencar] é a melhor pessoa do mundo. Uma força da natureza. Rainha absoluta [risos]”, declara ele por conta do Dia das Mães, comemorado neste domingo (12). “Sem querer comparar com outras, mas a minha mãe foi uma mãezona mesmo. Ela é o centro da nossa família, um pilar. Ela equilibra tudo.”
 
 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem