Celebridades

Meghan Markle se torna patrona de organizações de caridade para defesa da mulher e dos animais

Rainha Elizabeth passou patronato do Teatro Nacional para ex-atriz

Meghan Markle durante visita a instituição de caridade para mulheres em Londres
Meghan Markle durante visita a instituição de caridade para mulheres em Londres - Clodagh Kilcoyne-10.jan.2019/Reuters

Alistair Smout
Londres

A ex-atriz Meghan Markle, mulher do príncipe William, do Reino Unido, anunciou nesta quinta-feira (10) que se tornará patrona de quatro organizações para promover causas em que acredita, incluindo o Teatro Nacional e instituições de caridade que apoiam mulheres e o bem-estar animal.

A rainha Elizabeth, 92, passou o patronato do Teatro Nacional e da Associação de Universidades da Commonwealth, que manteve por décadas, a Meghan, que se casou com seu neto no ano passado

Duquesa de Sussex, Meghan também se tornará patrona da Smart Works, organização de caridade que ajuda mulheres a lutarem contra o desemprego e da instituição de bem-estar animal Mayhew.

“A duquesa está encantada em se tornar patrona tanto de organizações nacionais como locais que fazem parte da estrutura do Reino Unido e está muito animada para trabalhar com elas para levar maior atenção do público a suas causas”, disse o Palácio de Kensington, em comunicado.

O Teatro Nacional disse ser um privilégio receber Meghan, ex-atriz norte-americana que estrelou o drama "Suits" antes de se casar com Harry.

“A duquesa compartilha da nossa profunda convicção de que o teatro tem o poder de unir pessoas de todas as comunidades e estilos de vida. Estou muito ansioso para trabalhar de perto com a Sua Alteza Real nos próximos anos”, disse o diretor do Teatro Nacional, Rufus Norris.

Meghan, que está grávida de seu primeiro filho, visitará a organização Smart Works nesta quinta.

Reuters
Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem