Celebridades

Ingrid Guimarães afirma que 'De Pernas pro Ar' impulsionou mercado erótico: 'Virei consultora'

Terceiro filme foi gravado em Paris e chega ao cinema em dezembro

A atriz Ingrid Guimarães
A atriz Ingrid Guimarães - Reprodução/Instagram/ingridguimaraesoficial
Fabiana Schiavon
São Paulo

A atriz Ingrid Guimarães, 46, conta que, graças ao sucesso de bilheteria do longa "De Pernas pro Ar", ela se transformou em uma mulher de negócios do mercado sexual. É que o filme influenciou tantas mulheres que chegou a impulsionar o mercado de produtos eróticos.

​A atriz fala do terceiro filme, que deve ser lançado em dezembro, de sua estreia no teatro musical e do programa que prepara para o GNT. "Descobri no Dia Mundial do Orgasmo que o meu filme alavancou o mercado erótico. Muitas mulheres largaram seus trabalhos chatos para passar a vender esses produtos, como a personagem do filme."

Ingrid disse ainda que a mulher parou de ter vergonha de falar sobre o assunto e passou a comprar vibradores. "Não é mais escondido como antes. Fui até citada em uma revista de negócios", brinca a atriz, que revelou o fato em seu perfil do Instagram. Só o segundo filme, lançado em 2012, teve mais de 4 milhões de espectadores.

Desde que o primeiro longa "De Pernas pro Ar" (2011), centenas de mulheres passaram a comercializar produtos eróticos em todo o Brasil, desde grande centros até as periferias mais distantes e o sertão nordestino. "Também praticamente virei uma consultora. As mulheres me procuram pela internet com as suas dúvidas", diz a atriz, que terminou recentemente as gravações do novo filme. ​

A pesquisa aponta que 3.000 mulheres vendiam produtos porta a porta em 2006. Já spós o primeiro filme, em 2011, este número saltou para 45 mil. Os dados são da Abeme (Associação Brasileira das Empresas do Mercado Erótico e Sensual).

Para Ingrid Guimarães, "De Pernas para o Ar 3" é o melhor filme dos três. "Conseguimos atualizar o tema da sexualidade. Depois que Alice conquistou todo o mundo com a sua rede de sex shop, ela quer voltar para a família, mas descobre que a nova moda é o sexo virtual."

À frente do programa Além da Conta (GNT), a atriz afirma que não viu mais sentido em continuar com o programa. "Não cabe mais fazer uma série falando de compras. Fiz o que eu pude passando por Nova York, Miami, pela 25 de Março, em São Paulo, e outros pontos de comércio popular pelo Brasil. Com essa crise, estamos em um momento em que as pessoas não têm o que comer, é preciso mudar de assunto."

A atriz, no entanto, diz que tem novidades na TV paga. "Vou ter um programa em que falaremos sobre as relações em tempos de redes sociais. Em breve, daremos mais informações", completa a atriz. No fim de agosto, Ingrid Guimarães faz a sua estreia no teatro musical. Ao lado de Miguel Falabella, ela protagoniza o espetáculo "Annie". "Vou até cantar", brinca a atriz. 

 
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias