Celebridades

Demi Lovato divulga carta aberta: 'Vou continuar lutando'

Cantora diz que sempre será transparente sobre seu tratamento

Demi Lovato cantando em show beneficente
Demi Lovato quebrou o silêncio e agradeceu os fãs pelo amor e apoio - Andrew Harnik/AP
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A cantora Demi Lovato, 25, quebrou o silêncio e falou sobre a overdose que sofreu no fim de julho. Demi publicou uma carta aberta aos fãs neste domingo, usando o seu perfil do Instagram. Ela revela que precisará de um tempo para se recuperar.

"Tenho sido transparente sobre meu vício durante toda a minha jornada. O que eu venho aprendendo é que isso não é uma simples doença que desaparece com o tempo. É algo que eu preciso superar e ainda não consegui", afirma a cantora, no início da carta.​ Demi Lovato há anos deixa claro que já se tratava de distúrbios alimentares, bulimia, anorexia e automutilação. ​​A sua ideia sempre foi conscientizar pais e adolescentes com problemas semelhantes. 

A cantora agradeceu à sua família e até ao time de médicos que a atendeu no hospital. "Eles ficaram o tempo todo ao meu lado e, sem eles, eu não estaria escrevendo essa carta à vocês ​", diz Demi, que reforçou seu contato com os fãs. "Quero agradecer a Deus por me manter bem e sã e salva. Aos meus fãs, eu sou eternamente grata por todo o seu amor e apoio que eles têm dado ao longo de toda essa semana", afirma a cantora. "Os seus pensamentos positivos e orações ajudam a passar por esses tempos difíceis." 

Demi encerra a carta informando que precisará de um tempo para se recuperar. ​"Agora, eu preciso de tempo para me curar. Vou focar em minha sobriedade. O amor demonstrado por todos vocês nunca será esquecido. Vou continuar lutando."

ALTA NO HOSPITAL

Na última quinta-feira (2), o site TMZ informou que Demi Lovato estaria prestes a ter alta do hospital.  A cantora foi internada no dia 24 de julho, após uma suposta overdose de heroína. O próximo passo seria a internação em um clínica de reabilitação. 

A cantora já havia negado ajuda e a possibilidade de internação em uma clínica, mas amigos acreditam que a overdose e o risco de morte a tenham assustado dessa vez. 

​​​DANÇARINA DÁ EXPLICAÇÕES

A dançarina Dani Vitale, que trabalha com a cantora Demi Lovato, 25, publicou uma carta no seu perfil do Instagram desabafando sobre a internação da cantora. Dani recebeu ataques de fãs pela internet, quando foi noticiado que Demi havia sofrido uma overdose no dia do aniversário da dançarina. 

Demi Lovato sofreu a overdose após uma festa em sua casa que durou a noite toda. Antes desta festa, no entanto, Dani comemorou o seu aniversário com amigos no bar Saddle Ranch. Em carta (leia íntegra abaixo), ela informou que não foi para a casa da cantora  como os fãs acreditam. 

"Eu me preocupo com Demi tanto quando todos vocês. Eu não disse nada sobre esta situação até agora porque a recuperação dela tem sido muito mais importante. Eu não estava com Demi quando o incidente aconteceu, mas estou com ela agora, e assim continuarei porque ela é muito importante para mim, assim como para todos vocês", esclareceu a dançarina. 

​ ​​

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem