Celebridades

Daniela Mercury revela superstições para assistir jogos do Brasil na Copa do Mundo

'Sempre tem alguém que acredita mais que os outros, eu sou essa', disse a cantora baiana

Daniela Mercury  canta jingle da Copa de 94 para Mundial da Rússia
Daniela Mercury canta jingle da Copa de 94 para Mundial da Rússia - Felipe Panfili-6.mai.2018/Divulgação

Sarah Mota Resende
São Paulo

Daniela Mercury, 52, não dá vez para o azar quando assiste aos jogos da seleção brasileira. Supersticiosa, a cantora baiana garante que apela para todos os santos nessas horas. "Vou com as minhas guias de santo, vou com aquele negocinho de mau-olhado, faço um colar cheio de coisas, coloco vela em casa, sal nos quatro cantos, bandeira e roupa do Brasil, sou uma torcedora louca", disse a artista.

A declaração aconteceu em evento no Museu do Futebol, em São Paulo, no último domingo (6). Na ocasião, Daniela Mercury e Iza foram anunciadas como as vozes brasileiras da música da Copa de 2018. A canção, patrocinada pela Brahma, é a mesma do jingle do mundial de 1994, realizado nos EUA, e vencido pelo Brasil, conquistando o tetracampeonato.

Apaixonada por futebol, Daniela garantiu que é boa de bola. "Mas melhor ainda eu sou boa de torcida. Sou uma torcedora apaixonada pelo Brasil, amo o país. Do jeito que eu levanto multidões na rua, no trio elétrico, e nos meus shows, faço isso também, e bem, na torcida. Quando me dão o microfone fica tudo melhor, e quando tem música ai é aí que fica uma delícia."

Segundo a cantora, assistir aos jogos ao seu lado é garantia de animação. "Faço todo mundo se vestir porque se não fizer isso não tem graça. A gente tem que estar junto com os amigos para fazer barulho, gritar junto, sofrer junto e dar apoio moral em uma situação difícil. Sempre tem alguém que acredita mais que os outros, eu sou essa, sempre acredito até o final."

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem