Bichos

Foca é resgatada após passar semanas com lata de Red Bull presa na boca

Animal foi encontrado no início da semana

Foca resgatada após nadar 80 milhas com uma lata de Red Bull enfiada na boca - Facebook/Debbie Doolittle's Wild
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

As autoridades britânicas resgataram uma foca que nadou por semanas com uma lata de Red Bull presa em sua boca. Ela foi avistada pela primeira vez em 6 de outubro, e o grupo Lagan Search & Rescue publicou sobre o resgate nesta segunda (18), em sua página do Facebook.

"Estamos muito satisfeitos em saber que sua provação teve um resultado tão positivo", diz a publicação sobre o resgate, que aconteceu no fim de semana. Segundo a BBC, o animal foi visto pela primeira vez na região de Belfast, na Irlanda.

O jornal New York Post informou que a polícia do local tentou resgatar a foca, mas ela nadou e não tinha sido vista desde então. Os profissionais reforçaram a busca com ajuda de um aquário local, para garantir que o animal não se afogasse devido ao seu focinho preso com a lata, porém não a encontraram.

Foca resgatada após nadar 80 milhas com uma lata de Red Bull enfiada na boca - Facebook/Debbie Doolittle's Wild

O animal só apareceu duas semanas depois, na Escócia, cerca de 128 quilômetros de onde foi avistada pela primeira vez. Policiais do Ministério da Defesa descobriram que o animal descansava em um bueiro e a equipe de resgate conseguiu retirar o lixo.

Os oficiais da Unidade Marinha de Clyde ainda pediram para que as pessoas "tomem cuidado redobrado na forma como descartam seu lixo perto de qualquer hidrovia". Recentemente, outro animal sofreu com o descarte inadequado de lixo, porém nos Estados Unidos.

Há pelo menos dois anos, um cervo vivia com um pneu ao redor do pescoço em um parque no Colorado, Estados Unidos. No dia 9 de outubro, após diversas tentativas, guardas florestais conseguiram retirar o objeto do corpo do animal.

Para fazer a remoção do pneu, foi necessário aplicar um tranquilizante no cervo e cortar os chifres do animal. "Teríamos preferido cortar o pneu e deixar os chifres para sua atividade no cio, mas a situação era dinâmica e tínhamos que tirar o pneu de qualquer maneira possível", afirmou Scott Murdoch, oficial do Colorado Parks and Wildlife (CPW).

No Twitter, o perfil oficial do parque explicou que os oficiais tentaram cortar o pneu, mas houve dificuldade para serrar o aço no talão do pneu, e eles precisavam ser rápidos, já que o cervo estava sob efeito do tranquilizante. Além disso, o parque disse que os chifres do animal vão voltar a crescer.

Segundo reportagem da CNN americana, os policiais afirmaram que o pneu estava cheio de entulhos e que o cervo perdeu 16 quilos com a remoção do objeto e dos chifres. Outras quatro tentativas de retirada do pneu foram realizadas na última semana, sem sucesso. De acordo com Murdoch, vários fatores dificultaram a operação como a proximidade de outros animais.

Eles ainda afirmaram que vizinhos na região ajudaram nos trabalhos e que o cervo se recuperou rapidamente. O animal com o pneu no pescoço tinha sido avistado pela primeira vez no parque em 2019.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem