Bichos

Morte de foca mascote causa indignação na Grécia: 'Maldade e estupidez'

Ong diz que animal foi executado à queima-roupa com arpão de besta

Mergulhadores visitam museu subaquático na costa da ilha grega Alonissos - Will Vassilopoulos - 20.jul.21/ AFP
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Atenas
AFP

Uma emblemática foca-monge da ilha grega de Alónissos, Kostis, foi morta por um arpão no último sábado (24), causando indignação entre habitantes e defensores do meio ambiente, anunciou uma ONG local.

Segundo o site oficial da ilha, uma das reservas marítimas mais importantes da Europa, nesta parte do mar Egeu existem “zonas específicas onde pescadores amadores podem pescar”.

“Infelizmente, mais uma vez, está provado que a maldade humana e a estupidez não têm limites! Hoje (sábado) fomos informados que a jovem foca-monge Kostis, que nos últimos meses havia se tornado o mascote de Alónissos, foi abatida intencionalmente”, disse a ONG grega MOm.

O animal "foi executado à queima-roupa com um arpão de besta", postou no Facebook a organização, que se esforça para proteger esta espécie ameaçada de extinção no Mediterrâneo.

A entidade disse à AFP que alguns moradores da ilha de Folegandros, nas Cíclades, encontraram a foca macho em 2018, muito debilitada após a passagem do furacão Zorbas. De acordo com a mídia, estão tentando localizar o autor do crime.

“Esta notícia foi recebida com muita tristeza não só pelos membros da ONG, que durante vários meses cuidaram de Kostis, mas também por todos os habitantes e visitantes sensibilizados de Alónissos que tiveram a sorte de admirar Kostis de perto”, acrescentou MOm.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem