Bichos

Malta pede devolução de dente de tubarão dado de presente ao príncipe George

Para o país, o objeto deveria ser exposto na ilha onde foi descoberto

Príncipe William e a família com o naturalista sir David Attenborough no jardim do palácio de Kensington, em Londres - AFP
Christopher Scicluna
Valletta

Malta quer de volta um dente de tubarão pré-histórico que foi dado como presente ao príncipe britânico George, 7, pelo naturalista Sir David Attenborough, afirmando que o fóssil deveria ser exposto na ilha onde foi descoberto.

O Palácio de Kensington anunciou o presente no sábado (26) e disse que o dente gigante foi dado ao príncipe quando Attenborough participou de uma exibição privada de seu mais recente documentário ambiental com membros da família real.

Attenborough encontrou o fóssil durante férias em família em Malta no final dos anos 1960, segundo o palácio. Estava incrustado em calcário amarelo e acredita-se que tenha cerca de 23 milhões de anos.

No entanto, o ministro da Cultura de Malta, José Herrera, disse que o dente deveria estar em um museu local e prometeu “dar o pontapé inicial” para recuperá-lo.

“Existem alguns artefatos que são importantes para o patrimônio natural maltês e que acabaram no exterior e merecem ser recuperados”, afirmou Herrera ao Times of Malta, sem dar detalhes de como pretende recuperar o fóssil.

O dente pertencia a um megalodonte, uma espécie extinta de tubarão gigante que pode ter até 16 metros. Malta foi colônia britânica até 1964.

Reuters
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem