Bichos

Estilista italiana cria roupas sob medida para cães

Uma estilista tira as medidas de um cão no ateliê de Giovanna Temellini, em Milão
Uma estilista tira as medidas de um cão no ateliê de Giovanna Temellini, em Milão - AFP/Marco Bertorello


Milão é conhecida por ser uma das capitais da moda. E, hoje, fashionistas italianos também podem vestir seus cachorros com roupas personalizadas, combinando com sua própria vestimenta.

Este projeto bastante curioso nasceu em fevereiro da imaginação de Giovanna Temellini, uma milanesa de 57 anos que trabalha com moda há 25 anos.

"Tudo nasceu do amor", diz a estilista, que dedica seu tempo livre para ajudar associações de proteção dos animais.

Uma noite, em seu ateliê, sua filha disse a ela: "Você faz muitas coisas para todos os cães... Mas, quando chove, o meu fica com as orelhas molhadas."

Na noite seguinte, uma de suas colaboradoras apresentou uma pequena jaqueta com dois capuzes para as orelhas, combinando com a de sua filha.

A partir daí, surgiu a ideia de uma oficina de confecção sob medida para cães, "Temellini Dog- A-Porter", para criar roupas que combinam com os projetos da estilista para suas clientes.

"A palavra-chave das coleções é elegância, com tecidos de alta qualidade", enfatiza ela que trabalhou para grandes nomes na moda, como Bottega Veneta, Ermanno Scervino ou Armani.

"Sou muito respeitosa e atenta a todas as necessidades do cão, para que a roupa não limite seus movimentos, não o impeça de correr, se sujar, socializar. Recuso-me a fazer coisas que limitam o cão ou o ridicularizam, porque ele se dá conta disso", afirma Temellini, que possui dois cães da raça galgo afegão, Ulisse e Anubi.

Rejeitando a ideia de criar roupas elásticas para facilitar a tarefa, ela estuda a morfologia de cada animal e estabeleceu cinco categorias de vestimenta, para diferentes raças, com tamanhos diferentes.

Um cachorro veste uma das peças de Giovanna Temellini
Um cachorro veste uma das peças de Giovanna Temellini - AFP/Marco Bertorello

CÃES FRIORENTOS

Ao receber um pedido, ela mede o tamanho do pescoço do cachorro, do tórax e o cumprimento entre o pescoço e a cauda. Seguindo a tabela de tamanhos, verifica onde o animal diverge, e em função disso alarga, estreita ou faz a roupa inteiramente sob medida.

Naturalmente, há em seu escritório manequins de costura em forma de cachorro.

Para Temellini, a ideia é oferecer uma coleção adequada para todos os companheiros de quatro patas, incluindo aqueles com deficiências físicas.

Fora de questão colocar material sintético em contato com a pele, nem penas ou peles - "nenhum animal deve aquecer outro animal". Em contrapartida, belos tecidos têm seu lugar, de caxemira a alpaca, ideal para proteger cães que sofrem de reumatismo.

"Imediatamente me apaixonei pelo trabalho de Giovanna. Ela utiliza tecidos muito finos", diz Beatrice Gerevini, dona de um basset alemão chamado Wolfgang.

"É muito difícil encontrar suéter para bassets, que têm uma forma particular. Mas são cães extremamente friorentos", observa, apontando que Wolfang gosta de usar roupas, ao contrário de seu outro cão.

Para esta estudante de 24 anos, combinar sua própria roupa com a de seu animal de estimação cria "uma conexão com seu cachorro", o que ela diz ser maravilhoso.

É também "um tipo de brincadeira, uma maneira de ser notada. As pessoas sorriem quando nos veem."

Entre os muitos fãs de Temellini, um homem da região de Bergamo chegou para comprar para a sua cachorrinha, adotada em um abrigo, "um guarda-roupa completo". Porque depois do que ela viveu, "ela merece".

A designer Giovanna Temellini ajusta uma de suas peças da linha de roupas para cachorros
A designer Giovanna Temellini ajusta uma de suas peças da linha de roupas para cachorros - AFP/Marco Bertorello


Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem