Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Astrologia
Descrição de chapéu Personare astrologia

Primeiro eclipse solar do ano acontece no sábado; saiba tudo sobre ele

Fenômeno pode trazer situações de crise no âmbito pessoal e coletivo

Primeiro eclipse solar do ano de 2022 acontece neste sábado (30)
Primeiro eclipse solar do ano de 2022 acontece neste sábado (30) - Personare
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Vanessa Tuleski
personare

O primeiro eclipse do ano ocorre nesta sábado (30), exatamente às 17h28 (horário de Brasília). Mas, para a astrologia, todo eclipse destaca temáticas importantes na vida de cada pessoa por cerca de seis meses. A seguir, saiba tudo sobre o primeiro eclipse de 2022! Aproveite e salve as datas dos próximos eclipses.

Não esqueça de conferir os trânsitos astrológicos que você está vivendo aqui no horóscopo personalizado, pois dependendo do seu momento, o eclipse poder ser mais ou menos intenso.

ESSE ECLIPSE SERÁ VISÍVEL?

O eclipse de 30 de abril de 2022 é um eclipse solar e que será visível no sudeste do Oceano Pacífico e no sul da América do Sul, principalmente na Argentina. No Brasil, não será visível. Alguns astrônomos indicam possibilidade pequena de observação do fenômeno no extremo oeste do Rio Grande do Sul.

O QUE O ECLIPSE SIGNIFICA?

Para a astrologia, o eclipse pode estar ligado a inícios de situações de crise, pessoais ou coletivas, por isso, o período de um eclipse pede mais cuidado. O plano emocional das pessoas também tende a ficar mais mobilizado. Por isso, é comum sentir que há mais desequilíbrio, impulsividade e cegueira no seu entorno ou na sua vida.

QUANTO TEMPO DURAM OS EFEITOS?

O eclipse solar em Touro vai ocorrer no sábado (30), mas nas três semanas antes e nas três semanas depois, ele ainda pode evidenciar surpresas e indicar mudanças de cenários. Mas durante os seis meses posteriores ainda podem surgir pequenos ou grandes eventos relacionados ao fenômeno.

O QUE ACONTECE DURANTE O ECLIPSE?

No eclipse solar, a Lua se sobrepõe ao Sol, por isso um eclipse solar pode trazer um retorno do passado, tanto um antigo amor quanto o retorno de algum hábito antigo. Entenda aqui a diferença entre eclipse lunar e solar.

COMO LIDAR COM O ECLIPSE?

Astrologicamente, é indicado evitar comportamentos imprudentes ou impulsivos. Devido ao aumento da tensão emocional, pode ser uma boa época para procurar por terapia e aconselhamento. No entanto, tudo é mais delicado, também. É como se o inconsciente estivesse em ebulição e as coisas não ficassem totalmente claras.

O QUE PODE ACONTECER NESSE ECLIPSE?

Veja a seguir um resumo do que pode acontecer no eclipse do dia 30 de abril, tanto negativamente quanto positivamente no coletivo. Mas se você quiser ver os efeitos na sua vida, confira aqui o seu mapa do céu.

> O eclipse ocorre no grau 10 de touro, próximo de Urano, o planeta da agitação e mudanças. Por isso, até outubro, muita coisa inesperada pode acontecer, inclusive envolvendo finanças e economia.
> Urano está associado a potencial de terremotos, tempestades, tornados, tsunamis e a outros tipos de abalos e quebras, como geadas na agricultura.
> No Brasil, ficando vigente durante todo o período eleitoral, o eclipse pode indicar muitas surpresas envolvendo governantes, figuras de autoridades, notícias e circulação, com chance ampliada de acidentes em geral.
> Na vida pessoal, podem ocorrer desde rupturas e acontecimentos inesperados em parcerias até novas uniões e parcerias. Também há chance de crises e perdas familiares, mas também de recuperações após acontecimentos mais intensos.
> Por outro lado, o eclipse também pode indicar suavizações e reconciliações, além de muito romantismo nas relações em que não houver o radicalismo uraniano.
> Há mais chance de boas notícias envolvendo trabalho e emprego para muitas pessoas —como a contratação de novos funcionários.
> Além disso, pode impulsionar guinadas e mudanças muito positivas a partir de acontecimentos bruscos.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem