Você viu?

Relembre 5 biografias que causaram alvoroço em 2015

Se há algo que podemos dizer sobre o mundo das (sub)celebridades 2015, é que foi o ano das biografias. Este foi o ano em que escrever uma autobiografia se consolidou como a última tendência para conquistar cinco minutos de fama.

Quem é famoso, pero no mucho, foi com tudo na estratégia: Andressa Urach falou de zoofilia, Gretchen falou de experiências com alienígenas, e por aí vai.

Seja apelando para um "ghostwriter" ou não, separamos aqui os cinco livros que mais causaram no ano. Confira abaixo.

5. gretchen

A autobiografia de Gretchen, lançada em outubro, é um almanaque com textos em primeira pessoa, fotos, notícias e depoimentos de outros famosos sobre ela. Gretchen não tem problema com o que ficou para trás: "Meu filho, eu tenho 56 anos de idade, vê se dá para ser rainha do rebolado para sempre?", pergunta. LEIA MAIS

<> Galeria de Imagens
14046
Matéria importada do Spiffy News

4. dr. rey

Na sua autobiografia, anunciada em aogsto, Robert Rey conta sobre a infância difícil em uma família desajustada do bairro da Lapa, em São Paulo, até ser adotado por uma família cristã nos Estados Unidos. O livro já está disponível em livrarias. LEIA MAIS

<> Galeria de Imagens
7202
Matéria importada do Spiffy News

3. rafael ilha

"Eu aprendo rápido": essa mesma frase iniciou os dois períodos mais conhecidos da vida de Rafael Ilha, ex-integrante da banda Polegar, hoje mais lembrado pelo passado de drogas e problemas com a polícia. Sua biografia, escrita por Sônia Abrão, foi lançada em setembro. LEIA MAIS

<> Galeria de Imagens
13098
Matéria importada do Spiffy News

2. thammy miranda

A transição de Thammy Miranda, que assumiu sua identidade masculina neste ano, foi um dos assuntos mais falados de 2015. Na sua biografia, Thammy mostrou seu peitoral peludo e contou histórias de seus primeiros amores. LEIA MAIS

<> Galeria de Imagens
9938
Matéria importada do Spiffy News

1. andressa urach

Andressa disse ter sido abusada pelo avô adotivo. Perdeu a virgindade com um meio irmão. Chegou a um orgasmo pela primeira vez com o cachorro de uma amiga -anos depois, pagaria R$ 6.000 por um macaquinho de estimação, sem nenhum uso capcioso.

Isso é só o começo do que conta o livro "Morri Para Viver", da apresentadora que começou 2015 com uma fatalidade com hidrogel. LEIA MAIS

<> Galeria de Imagens
6767
Matéria importada do Spiffy News

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias