SPFW

Helo Rocha resgata cultura artesanal do Brasil em lingeries

Desde que colocou um ponto final na história da Têca, sua marca anterior, Helô Rocha focou em uma celebração da cultura do Brasil com um trabalho ao lado das artesãs do Seridó, região do Rio Grande do Norte.

Na 44ª edição da SPFW, em desfile realizado nesta quinta (31), a estilista trabalhou bem, mais uma vez, o mix de texturas diferentes em uma coleção focada no lingerie. São corselets, camisolas e bodies construídos com técnicas de cestaria e renda contrapostos a tecidos leves e esvoaçantes.

Os plissados e os babados também têm vez na mistura de técnicas de Rocha, assim como os bordados que já domina.

Golas, mangas bufantes e franzidos típicos da era vitoriana decoraram peças em tons neutros e pastel. O nude veio como protagonista em camisetinhas usadas com peças mais trabalhadas, criando um contraste interessante de simplicidade e uma espécie de alta costura brasileira.




Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem