Tony Goes

Abalo na carreira de Ticiana Villas Boas é dano colateral do escândalo da JBS

Celebridades (segunda)
O empresário Joesley Batista com a mulher; a apresentadora Ticiana Villas Boas - Folhapress


Ela se consolidou no jornalismo da Band e se transferiu para o entretenimento no SBT. É segura diante das câmeras e simpática com os convidados. Também é querida pelos colegas de equipe, que admiram seu profissionalismo. E, no entanto, pode ser que a carreira de Ticiana Villas Boas tenha chegado ao fim.
 
A imagem da apresentadora já havia sofrido danos consideráveis com a Operação Carne Fraca, detonada em março passado pela Polícia Federal. A ação cobriu de suspeitas a Friboi - uma das muitas empresas da família de seu marido, o empresário Joesley Batista (e patrocinadora habitual dos programas comandados por ela).
 
Agora a “marca” Ticiana - para usarmos o jargão publicitário - foi atingida por um meteoro. Seu marido é o epicentro de um escândalo que já arrastou o senador Aécio Neves (PSDB - MG) e pode exterminar o governo Temer.
 
Toda a opinião pública está contra ele, por causa de sua delação premiadíssima. Em troca de denúncias e provas de esquemas de corrupção, Joesley e o irmão Wesley só terão que pagar multas (bilionárias, é verdade). Não passarão um dia sequer na cadeia nem usarão tornozeleira eletrônica. Estão livres para ir e vir.
 
Joesley já se foi, rumo a seu apartamento em Nova York e, de lá, para um destino ignorado. Junto com ele, seguiram Ticiana e os filhos. Não estão proibidos de voltar, mas claro que não darão as caras tão cedo por aqui.
 
Ticiana já esteve à frente de alguns “reality shows” do SBT: “Bake-Off Brasil - Mão na Massa” (2015), “BBQ Brasil - Churrasco na Brasa” (2016) e “Duelo de Mães”, cuja segunda temporada já foi inteiramente gravada e segue sendo exibido pela emissora, aos sábados.
 
“Duelo de Mães”, aliás, é produzido pela Tanajura Filmes, cujas sócias são Ticiana e sua irmã Mariana - e cujos melhores clientes são justamente as empresas da família Batista, para a qual produz muitos vídeos institucionais.
 
Uma nova temporada de “Bake-Off Brasil” será gravada em julho, e Ticiana estava escalada para apresentá-la. Mas, depois de ser massacrada nas redes sociais, ela já comunicou ao SBT que sairá do programa (em seu lugar, entra a chef-confeiteira Carol Fiorentino, que já era jurada do atração).
 
Conseguirá voltar à frente das câmeras algum dia? Afinal, Ticiana Villas-Boas não está sendo investigada nem acusada de nada, e ninguém pode afirmar que ela sabia das tramoias do marido.
 
Além do mais, o Brasil é um país leniente. Reelegemos Fernando Collor, recebemos o goleiro Bruno com flores, adoramos perdoar a quem nos tem ofendido.
 
Mas perdoaremos Ticiana? Temos a sensação de que Joesley Batista roubou de cada um de nós e ainda saiu livre como um passarinho. E ela, por inocente que seja, usufrui tanto desse roubo como dessa liberdade.
 
Tirando a JBS, qual anunciante irá patrociná-la? Quem irá se associar a ela? Pois é: Ticiana Villas-Boas se tornou radioativa.

Tony Goes

Tony Goes tem 56 anos. Nasceu no Rio de Janeiro, mas vive em São Paulo desde pequeno. Já escreveu para várias séries de humor e programas de variedades, além de alguns longas-metragens. E atualiza diariamente o blog que leva seu nome: tonygoes.blogspot.com

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem