Thiago Stivaletti

Glória, Fernanda e as divas globais na arena louca da internet

"Ótimo. Excelente. Não sou capaz de opinar."

 
As (não) opiniões de Glória Pires comentando o Oscar na Globo tomaram as redes sociais de assalto no último domingo (28). Na semana passada, outra estrela global, Fernanda Torres, viu-se obrigada a escrever uma retratação a um artigo em que louvava o machismo à moda antiga e relativizava as qualidades do feminismo.
 
Fernanda é colunista de jornais já há alguns anos, mas desta vez escreveu na página do "Agora É que São Elas", aberta para dar mais espaço às mulheres na mídia — ou seja, no lugar mais impróprio para isso.
 
Não gosto de torcer pelo fracasso de ninguém, mas nestes dias está difícil não se perguntar qual será a próxima grande estrela da Globo a sucumbir à arena sem dó nem piedade da internet.
 
Há coisa de 15 anos, na era pré-Facebook, esses atores e atrizes pairavam acima do bem e do mal, num Olimpo inquestionável. Hoje, essas próprias estrelas querem participar dos debates, dar suas opiniões como qualquer pessoa — mas o problema é que não são qualquer pessoa.
 
<> Galeria
Gloria Pires
Gloria Pires
Veja imagens da atriz Gloria Pires
Formaram sua imagem na TV aberta numa época em que essa TV reinava absoluta, entravam todas as noites nas nossas casas, rindo e chorando, nos fazendo rir e se emocionar (ainda fazem, mas cada vez menos gente vê). Como disse Antônio Fagundes uma vez, em entrevista a Marília Gabriela: "Hoje a pessoa pode levar uma TV portátil para o banheiro e fica vendo você atuar ali, no seu momento mais íntimo."
 
É fato: quanto maior a estrela, mais gostamos de bater nelas se saem do seu quadrado. Glória mereceu as dezenas de memes e brincadeiras com sua participação desastrada no Oscar? Sem dúvida.
 
Num movimento um pouco arriscado, gravou um vídeo de resposta as reações em que declarava, entre outras coisas: "não estou doente..." (como se alguém tivesse comentado: "você está tão lacônica nos comentários... tá passando mal?). E dois dias depois já estava lançando uma linha de camisetas com seus comentários no Rio, fazendo a linha "falem mal, mas falem de mim".
 
Poucas divas das antigas de adaptam aos novos tempos —nem todo mundo tem o dom natural de Susana Vieira pra isso. As outras... Vão ter que aprender na raça, na base da tentativa e erro.
 
Glória talvez tenha razão: o negócio é relaxar e não levar nada a sério. Se o mundo novo é admirável, ainda não sei. Mas ele é bem divertido e cheio de lances imprevisíveis.

Thiago Stivaletti

Thiago Stivaletti é jornalista, crítico de cinema e noveleiro alucinado. Trabalhou no "TV Folha", o extinto caderno de TV da Folha, e na página de Televisão do UOL. Viciou-se em novela aos sete anos de idade, quando sua mãe professora ia trabalhar à noite e o deixava na frente da TV assistindo a uma das melhores novelas de todos os tempos, "Roque Santeiro". Desde então, não parou mais. Mesmo quando não acompanha diariamente uma novela, sabe por osmose todo o elenco e tudo o que está se passando.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias