Thiago Stivaletti

Depois de 'Os Dez Mandamentos', como seriam as novelas da Globo no cinema?

A Record anunciou que está preparando um filme a partir da novela "Os Dez Mandamentos". Para não deixar esfriar a popularidade, estreia o longa dia 28 de janeiro nos cinemas. O filme terá 40% de cenas inéditas em relação à novela —e um final diferente.

Estou curiosíssimo pra saber o tamanho do lançamento —em quantas salas a Record e a distribuidora Paris Filmes vão estrear o longa— e, principalmente, o tamanho do público que vai pagar ingresso pra rever a jornada de Moisés. Sem falar na maior curiosidade: que possível final alternativo a autora, Vivian de Oliveira, vai escrever para o que está na Bíblia?

"Os Dez Mandamentos", o filme, pode abrir um precedente importante. Se a Record conseguir reforçar a marca de suas novelas no cinema, é bem capaz de a Globo não querer ficar atrás e começar a fazer o mesmo. Imagina algumas das novelas globais na tela grande —e com final alternativo?

AVENIDA BRASIL

Podia ser divida em suas partes: "Avenida Brasil: Parte 1 - A vingança de Nina" e "Avenida Brasil: Parte 2 - Me serve, vadia!", que começa naquela cena histórica em que Nina espera Carminha em casa com a luz apagada e cheia de fotos dela com o amante, Max, na parede para chantageá-la.

O final alternativo: Carminha volta a escapar do lixão, se casa com um pastor evangélico e vira uma pastora fervorosa na linha da Bispa Sônia.

<> Galeria de Imagens
9327
Matéria importada do Spiffy News

SENHORA DO DESTINO

Primeiro, o filme teria que ganhar outro nome: "O fabuloso destino de Nazaré Tedesco", ou "Nazaré - O tempo só te valoriza". Maria do Carmo (Susana Vieira) apareceria bem pouco, e Isabel/Lindalva (Carolina Dieckmann) menos ainda.

O final alternativo: Nazaré pula da ponte da represa, mas consegue se salvar e volta alguns anos depois para roubar o filho de Lindalva —e pegar mais uns homens barbudos num cinemão do centro.

<> Galeria de Imagens
34408
Matéria importada do Spiffy News

VERDADES SECRETAS

Já tem a maior cara de filme. É só derrubar aqueles personagens sem graça da agência de modelos.

O final alternativo: A novela de Walcyr Carrasco vira um filme de terror. Num banho de sangue, Carolina (Drica Moraes) mata a estripa Alex (Rodrigo Lombardi), é inocentada por privação momentânea dos sentidos e passa o resto da vida mantendo Angel (Camila Queiroz) em cativeiro, torturando a filha aos gritos de "Eu sou mais linda que você!".

<> Galeria de Imagens
35279
Matéria importada do Spiffy News

VALE TUDO

Uma versão para cinema dos trambiques de Odete Roitman e Maria de Fátima em 1988 só ia mostrar como a novela continua atual.

O final alternativo: Odete não morreu assassinada. Ela continua viva em Brasília, acionando empresários para comprar emendas no Congresso e enriquecer à base de propina. Depois de dez anos bem casada com um príncipe italiano na Europa, Fátima aceita um convite para assistir a um Carnaval na Sapucaí e solta uma frase atrás da outra de desprezo a essa terrinha chinfrim.

<> Galeria de Imagens
30451
Matéria importada do Spiffy News


DIDI ROMERO MOCÓ

Confesso que tô amando esses últimos capítulos com clima de Os Trapalhões de "A Regra do Jogo". Romero dá uma paulada na cabeça de um colega da Facção, ele desmaia, e assim que Romero foge o homem já acorda. Paraty com as ruas desertas e cheias de poças d'água, e Tóia consegue correr com uma sandália de plataforma e se esconder do Zé Maria. Dane-se a verossimilhança, viva a diversão!

<> Galeria de Imagens
36296
Matéria importada do Spiffy News

A VOLTA DO RAIMUNDO

A Nova Escolinha no Viva, que também terá uma exibição na Globo esta semana, foi provavelmente a melhor ideia do ano. Com um casting primoroso e uma bela direção de Cininha de Paula, foi de fazer rir como criança lembrando do personagem mais famoso do Chico Anysio e aquela turma imensa de atores talentosíssimos que não dá mais as caras.

Meus preferidos:

Lúcio Mauro Filho (fazendo o Aldemar Vigário do pai, Lúcio Mauro)
Rodrigo Sant'anna (com o puxa-saco Batista que era de Eliezer Motta)
Marcelo Adnet (com o eterno Rolando Lero do falecido Rogério Cardoso)
Matheus Solano (mandando muito bem com o Zé Bonitinho de Jorge Loredo)
Betty Goffman (a perfeita Dona Bela de Zezé Macedo)

Gravação do remake da escolinha do professor Raimundo - Bruno Mazzeo (a esq) e Lucio Mauro Filho
Gravação do remake da escolinha do professor Raimundo - Bruno Mazzeo (a esq) e Lucio Mauro Filho - Crédito: Paulo Belote/Divulgação/Globo

Thiago Stivaletti

Thiago Stivaletti é jornalista, crítico de cinema e noveleiro alucinado. Trabalhou no "TV Folha", o extinto caderno de TV da Folha, e na página de Televisão do UOL. Viciou-se em novela aos sete anos de idade, quando sua mãe professora ia trabalhar à noite e o deixava na frente da TV assistindo a uma das melhores novelas de todos os tempos, "Roque Santeiro". Desde então, não parou mais. Mesmo quando não acompanha diariamente uma novela, sabe por osmose todo o elenco e tudo o que está se passando.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias