Publicidade

Juliana Paes se emociona ao rever 'casa da infância' em quadro do 'Caldeirão do Huck'

13/09/2015 - 20h02

Publicidade

Juliana Paes esteve no "Caldeirão do Huck" (Globo) deste sábado (12) e precisou tomar um copo d'água para segurar a emoção.

O apresentador Luciano Huck começou uma entrevista como quem nada quer, mas na verdade a atriz participaria de surpresa do quadro "Visitando o Passado".

Com a ajuda dos familiares de Juliana, a equipe de Huck reconstruiu a casa simples onde a atriz passou a maior parte da infância e adolescência, com os pais e três irmãos. A reconstrução, inclusive da vista frontal de sua antiga casa, o sobrado do Fonseca (Niterói-RJ), com móveis e objetos da época, ficou perfeita. Mas Juliana ainda não fazia ideia do que a esperava.

Linda, leve e solta contou para o apresentador que tudo parece ter acontecido muito rápido em sua carreira. "Eu as vezes fico lembrando, parece que foi ontem que eu entrei aqui no Projac e fui na sala do [diretor] Ricardo Waddington pra fazer a Ritinha ["Laços de Família", 2000]. E eu tinha vindo toda maquiada, paramentada, não sabia que era pra fazer uma empregada", relembra.

"Aí o produtor de elenco me olhou e disse: ela é muito sofisticada para o papel. E eu: nossa, eu sofisticada? Eu venho lá de Niterói!". Então mandaram a atriz ao banheiro para lavar o rosto e prender o cabelo num rabo de cavalo. Dias depois ligaram para a bela e lhe disseram que ela ia ser a Ritinha.

"Eu tremia feito vara verde. Eu não sabia nada de televisão, não tive a oportunidade de fazer a oficina de atores da Globo. Fui jogada na arena em meio aos leões: Alexandre Borges, Marieta Severo —que me ajudou muito!", relembra Juliana.

O balanço desses 15 anos? "Sou muito feliz aqui [na Globo]. Aprendi tudo o que eu sei, fiz amigos aqui dentro. Me sinto respeitada, querida. Me sinto muito vitoriosa nessa trajetória."

Para começar a preparar a sua convidada para o que viria a seguir, Luciano pergunta sobre a sua infância. "Eu tive uma infância excepcional, e devo isso aos meus pais – principalmente ao meu pai, que é aquele cara que sabe brincar com criança. Ele até hoje faz isso com os meus filhos. Eu sou a mais velha de quatro irmãos, um 'familião', só boas lembranças!", declara Juliana.

É quando Luciano Huck revela que ela vai participar do quadro. A atriz entra no cenário onde fora reconstruída a sua casa do Fonseca e desabou logo ao abrir a porta. Sem roteiro, sem ensaio e sem direção nenhuma a atriz fez a cena mais emocionante de sua carreira. Chorou copiosamente enquanto estampava no rosto um espanto encantado por reviver sua meninice através daquela reconstrução perfeita do lugar onde vivera.

Dois dos seus irmãos entraram em cena para reforçar as lembranças. Juliana não estava dando conta. "Eu tô passando mal. Minhas pernas estão tremendo... o que é que eu faço?! Acho que eu preciso sentar", dizia entre choros e sorrisos nervosos.

Luciano vem ao seu encontro e lhe oferece um copo d'água. "Eu tô muito emocionada, não tô conseguindo falar", confessou a atriz agarrada a sua antiga boneca.

"Eu tô desmaiada, Eu quero uma cachaça, alguma coisa pra me acalmar", diz a atriz logo depois de falar com sua mãe que acompanhava tudo on-line. Belas lembranças, bela família... bela Juliana Paes.

Renato Kramer

Natural de Porto Alegre, Renato Kramer formou-se em Estudos Sociais pela PUC/RS. Começou a fazer teatro ainda no sul. Veio para São Paulo e ingressou na Escola de Arte Dramática (USP), formando-se ator. Escreveu, dirigiu e atuou em diversos espetáculos teatrais. Fez algumas colaborações para a Ilustrada e, sempre a convite, assinou a coluna Antena, da "Contigo". Nesse meio tempo, fez crítica de teatro para o "Jornal da Tarde" e na rádio Eldorado AM. Mais recentemente foi colunista da Folha.com, comentando o BBB11. Atualmente, além de atuar, cursa Filosofia.

  • Últimas notícias 
  •  

Publicidade

Publicidade

gostou? leia também

  •  

Publicidade

Siga agora o F5 no Twitter

Livraria da Folha