Celebridades

Juliana Knust diz que já teve depressão por estar acima do peso

A atriz Juliana Knust posa para capa da revista "Marie Claire", em 2010
A atriz Juliana Knust posa para capa da revista "Marie Claire", em 2010 - Fernando Louza/Divulgação


A atriz Juliana Knust, 36, que hoje se diz segura quanto à sua boa forma, já brigou muito com a balança. Farta de ter que lidar com o efeito sanfona e com a pressão que sofria para ser magra, chegou a ter depressão.

"Tive que engordar 10 kg para minha primeira personagem na TV, em 'Malhação' (Globo), em 1997. Eu tinha 15 anos. Sofri muito com isso, porque meu metabolismo mudou e caí no efeito sanfona [...] Tive uma depressão, foi uma loucura. Fiquei mal de cabeça."

Casada com o estilista Gustavo Machado e mãe de dois meninos, Knust afirma que a maturidade e a maternidade lhe ajudaram a não se importar com as cobranças estéticas que sofre no dia a dia.

"Eu digo que todo mundo deveria ter filho, porque aí você vê que esse tipo de problema não é mais tão grande. Vou ficar sofrendo porque engordei um pouco? Tenho outras coisas mais importantes pra pensar."

A atriz afirma ainda que faz a sua parte para estar bem consigo: investe em academia com suporte de um personal, come bastante salada, proteínas e tem disciplina. "Hoje em dia não tem mais mistério. Todo mundo sabe o que engorda e o que não engorda. Eu procuro ter uma rotina saudável. Tento malhar de segunda a sexta, pelo menos."

Para ela, se os exercícios estão em dia e o peso estabilizado, a dieta não precisa ser absolutamente restritiva. "É óbvio que vou tomar o sorvete que eu amo, comer um brigadeiro", diz. Mas se está querendo emagrecer, ela afirma que "passa vontade".

SEMPRE MELHOR

Juliana Knust diz que "está sempre melhor do que antes", e que após muitos altos e baixos emocionais, chegou a um momento de equilíbrio. "Não quero ser a menina de vinte anos atrás. Está me fazendo bem envelhecer e amadurecer. Estou gostando."

Atualmente, a atriz está no ar como a rainha Vitoriana, em "Belaventura", trama das 19h30 da Record. A personagem morreu logo no início da trama e deixou o marido, rei Otoniel (Kadu  Moliterno), e seus três filhos, Carmona (Camila Rodrigues), Lizabeta (Adriana Birolli) e Enrico (Bernardo Velasco).

Vitoriana agora aparece na trama em alguns flashbacks  vividos pelos personagens. Knust já está escalada para protagonizar a novela "Apocalipse", da mesma emissora, prevista para estrear ainda em 2017.


Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem