Celebridades

Famosas posam nuas em campanha contra cultura do estupro

Uma campanha encabeçada por Cleo Pires para conscientizar contra a cultura do estupro já teve adesão de atrizes, apresentadoras e modelos brasileiras.

De topless, elas chamam atenção para a causa com a frase: "Se eu disser não, é estupro".

Como o Snapchat está ajudando vítimas de abuso sexual na Índia 

Amy Schumer conta que sua primeira vez não foi consensual

A campanha começou na capa de julho da revista "Marie Claire", estampada por Cleo. A partir daí, a revista convidou famosas e anônimas a se despirem nas redes sociais para chamar atenção para o tema.

"Não importa quantas doses você bebeu, com quantos você saiu, o que você estava vestindo – e, principalmente, o que você não estava vestindo", diz o lema da campanha. "Se disser não, e alguém a forçar, é estupro".

“Não conseguia parar de pensar naquilo, queria protestar de alguma maneira, mostrar minha indignação”, disse Cleo, se referindo ao estupro coletivo de uma adolescente de 16 anos no Rio de Janeiro.

Gloria Pires, Mariana Ximenes, Adriane Galisteu, Giovanna Ewbank, Laryssa Dias, Lenny Niemeyer, Maria Clara Spinelli, Piny Montoro e Shirley Mallmann já se juntaram à campanha que continua ganhando adeptas nas redes sociais.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem