Você viu?

Ferramenta de inteligência artificial detecta políticos distraídos e os expõe

Na Bélgica, quem usa celular durante reuniões políticas leva 'bronca'

Software na Bélgica detecta quem está no celular durante sessões parlamentares
Software na Bélgica detecta quem está no celular durante sessões parlamentares - Reprodução
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Se uma moda iniciada na Bélgica pegar vai ter muito político sendo exposto na internet por causa de suas distrações ao celular. No país europeu, já está em funcionamento um novo sistema de inteligência artificial que identifica aqueles que preferem, por exemplo, atualizar as redes sociais em vez de trabalhar.

Um software busca smartphones que estejam conectados durante reuniões parlamentares e identifica quando eles são manuseados pelos políticos em tempo real. O serviço criado pelo artista digital belga Dries Depoorter recebeu o nome de The Flemish Scrollers.

Dessa forma, a inteligência da máquina identifica quem esteja distraído em debates de sessões governamentais no país transmitidos pelo YouTube.

E quando o mecanismo detecta quem usa o aparelho fora de hora, uma mensagem é disparada automaticamente pedindo para que ele se mantenha focado no trabalho. Não é possível saber, porém, o site onde a pessoa navega nem mesmo o tipo de uso que estava sendo feito na hora da “bronca”.

A tal mensagem é publicada ao mesmo tempo no Twitter e no Instagram junto com o vídeo do legislador distraído. A conta oficial dele ainda é marcada na postagem.

Por ter sido lançada no último dia 5 de julho, ainda não foi possível medir os impactos do software no cotidiano da sessões do governo belga.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem