Você viu?

Aos 96 anos, homem realiza sonho de se formar em universidade na Itália: 'agora ou nunca'

Giuseppe Paterno se tornou estudante mais velho do país, e se formou com honrarias

Giuseppe Paterno, 96,  é o estudante mais velho da Itália
Giuseppe Paterno, 96, é o estudante mais velho da Itália - Guglielmo Mangiapane - 29.07.2020/Reuters

Giuseppe Paterno se tornou, aos 96 anos de idade, o estudante mais velho da Itália e um dos formandos mais velhos do mundo, após concluir o curso de História e Filosofia na Universidade de Palermo.

O idoso, veterano da 2ª Guerra Mundial, avô e ex-ferroviário, tornou-se agora graduado. Apesar de sua paixão por leitura e estudos, ele não pôde frequentar uma universidade na juventude por ter enfrentado a pobreza na Sicília.

Porém, quando chegou aos 90 anos, decidiu que era a hora de se graduar: "Eu disse que era agora ou nunca e, portanto, em 2017 decidi me matricular. Sabia que era um pouco tarde para obter um título de 3 anos, mas disse a mim mesmo: 'vejamos se consigo'. Não tinha certeza quando tomei essa decisão porque não conhecia o ambiente. Não sabia como os professores reagiriam diante de uma pessoa tão velha."

Após trabalhar duro com sua máquina de escrever, e sem frequentar as tradicionais festas de faculdade, ele se formou com honrarias. "Meu projeto para o futuro é me dedicar à escrita e retomar os textos que eu não tive a chance de explorar mais a fundo. Este é o meu objetivo."

Reuters
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem