Você viu?

Veterano de guerra de 100 anos será ordenado cavaleiro após arrecadar 32 milhões de libras

'Pensei que isso não podia ser verdade, sempre disse que isso não aconteceria'

Tom Moore posa em seu jardim em Londres - JUSTIN TALLIS / AFP
São Paulo

Após obter sucesso em seus esforços de captação de recursos no combate ao novo coronavírus, Tom Moore é ordenado cavaleiro nesta quarta-feira (20) pela rainha Elizabeth 2ª.

O veterano britânico da Segunda Guerra Mundial se tornou um herói nacional depois de arrecadar mais de 32 milhões de libras (cerca de R$ 224,2 milhões) para o serviço de saúde, dando 100 voltas em seu jardim com a ajuda de um andador, antes de seu centésimo aniversário, que ocorreu no dia 30 de abril.

"Isso não pode ser verdade", disse Moore quando soube da condecoração, segundo a BCC News. O centenário recebeu a indicação especial do primeiro-ministro Boris Johnson, que disse que o veterano forneceu ao país "um farol de luz na névoa do coronavírus".

Moore disse que recebeu "uma grande honra da rainha e do primeiro-ministro". "Estou certamente encantado e impressionado com o fato de isso ter acontecido comigo [...] Eu pensei que isso não podia ser verdade, sempre disse que isso não aconteceria, e parece que realmente aconteceu".

Inicialmente, ele havia decidido arrecadar 1.000 libras (R$ 6.880) para instituições de caridade do Serviço Nacional da Saúde, dando voltas de 25 metros em seu jardim em Marston Moretaine, no condado de Bedfordshire na Inglaterra. No entanto, conseguiu juntar 32.794.701 libras (R$ 229.851.500,00) de mais de um milhão e meio de apoiadores.

Moore ainda recebeu elogios de famosos como Lewis Hamilton e o ex-jogador de críquete da Inglaterra, Ian Botham. O ator e cantor Michael Ball disse que a condecoração foi "uma honra adequada para um verdadeiro herói britânico".

O feito tornou-se recorde do Guinness, pelo maior valor arrecadado por um indivíduo durante uma caminhada. Ele também se tornou a pessoa mais velha a atingir o primeiro lugar na parada musical do Reino Unido, com uma versão de “You’ll Never Walk Alone”.​

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem