Você viu?

Homem é preso em aeroporto na Índia por se passar por piloto

Com uniforme da Lufthansa, homem pretendia conseguir assentos melhores em avião

Rajan Mahbubani, 48
Rajan Mahbubani, 48 - CNN
São Paulo

O passageiro Rajan Mahbubani, 48, foi preso após usar um "truque" para obter tratamento preferencial no  Aeroporto Internacional Indira Gandhi, em Nova Délhi, índia.

Segundo informações do site norte-americano CNN Travel, o homem vestiu o uniforme de um piloto da companhia Lufthansa para enganar os funcionários do aeroporto, ultrapassar as barreiras de segurança do local e conseguir assentos melhores na aeronave.

O homem, que teve a façanha comparada à do personagem de Leonardo DiCaprio no filme "Catch Me If You Can" (2002), acabou sendo pego no portão de embarque, prestes a embarcar em um voo da AirAsia de Delhi para Kolkata, e preso na noite de terça-feira (19).

Sanjay Bhatia, vice-comissário de polícia do aeroporto, disse à CNN que um funcionário da Lufthansa alertou à segurança do aeroporto que "um passageiro suspeito estava se passando por um capitão da companhia aérea Lufthansa".

A AirAsia ligou para a Lufthansa para verificar a identidade do passageiro, que acabou detido e entregue à polícia de Délhi. Ele foi encontrado com uma identificação falsa de piloto da Lufthansa. 

Mahbubani teria afirmado posteriormente à polícia que gostava de se vestir com uniformes. Foram encontradas em seu celular fotos dele vestindo um uniforme do exército.

O homem está sob custódia e, se condenado, pode pegar um ano de prisão ou pagar uma multa (ou ambas as punições). Em setembro, na índia, um outro homem chamado Jayesh Patel, 32, foi preso no mesmo aeroporto por se passar por um homem de 81 anos, tentando embarcar em um voo para Nova York.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem